Daniel Augusto Jr./ Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr./ Ag. Corinthians

Carille exalta 1º ano como técnico do Corinthians: 'Muito aprendizado'

Campeão do Paulista e do Brasileirão deste ano, treinador admitiu que não esperava ter tanto sucesso

Estadao Conteudo

25 de dezembro de 2017 | 12h34

Em uma breve avaliação da temporada, às vésperas do fim do ano, o técnico Fábio Carille exaltou seu primeiro ano como treinador do Corinthians. Ele comemorou o aprendizado, a boa experiência e os títulos, mas garantiu que "frio na barriga ainda existe".

+ Com sombra especial, gramado do Itaquerão passa por nova etapa de renovação

"Muitas coisas mudaram na minha vida, mas o frio na barriga ainda existe. Estou me comunicando melhor, certo das minhas convicções. Foi um ano de muito aprendizado, foi uma faculdade, ganhando títulos e passando por momentos ruins. Foi um ano muito diferente, mas estou muito feliz", declarou Carille, em entrevista ao site do Corinthians.

Campeão do Campeonato Paulista e do Brasileirão deste ano, o técnico admitiu que não esperava ter tanto sucesso em sua primeira temporada como técnico efetivo do clube. "Nem nos melhores filmes daria para imaginar tudo o que aconteceu", afirmou, ciente dos obstáculos que enfrentou ao longo de 2017.

"Pela desconfiança, visto como natural pela grandeza do Corinthians, por não ter feito contratações bombásticas, por ter colocado um auxiliar para ser técnico. E a gente quietinho, trabalhando muito, mas muito mesmo. E as coisas aconteceram de uma forma muito positiva dentro de campo."

Apesar da surpresa, Carille reconheceu que muito do que esperava acabou se concretizando em seu trabalho. "Somando tudo, digamos que 80% do que eu esperava aconteceu. Não em relação a resultado, mas em rendimento. Aqui, primeiro a gente tem de prezar e procurar ter rendimento bom. Depois pensamos em vitória. É assim que eu aprendi, é assim que eu trabalho."

Tudo o que sabemos sobre:
Fábio CarilleCorinthiansfutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.