Rafael Arbex/Estadão
Rafael Arbex/Estadão

Carille explica que questões físicas fizeram ele escalar Kazim no clássico

Muito questionado pela torcida, atacante começou como titular na vitória por 2 a 1 sobre o São Paulo

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

27 Janeiro 2018 | 20h18

Apesar da vitória por 2 a 1 sobre o São Paulo, o atacante Kazim deixou o gramado sendo vaiado pela torcida do Corinthians. O técnico Fábio Carille explicou o motivo de ter escalado o atacante Kazim como titular. Segundo ele, a opção foi pensando na questão física dos jogadores.

+ Antero Greco - Corinthians e SP repetem roteiros

+ Balbuena curte fase artilheira no Corinthians e Carille torce por renovação

"Conversei com todos os jogadores, em especial, com o Júnior Dutra. Ele mesmo me falou que não suportaria os 90 minutos. O que é melhor? Ele no começo ou no fim do ano? É um mistério, mas eu preciso ver o que é melhor. Então, optei pelo Kazim, pois poderia terminar a partida com o Júnior", explicou o treinador.

Ao ser questionado sobre a possibilidade de colocar Danilo, que o próprio Carille já disse que pretende contar com ele como centroavante, o treinador também recorreu à questão física. "O Danilo treinou poucas vezes esse ano. Ele está nos planos, tanto que renovou, mas precisa melhorar fisicamente e tecnicamente. Quem sabe para o próximo jogo, eu já consigo utilizá-lo", disse o comandante corintiano. 

Em relação ao jogo, o treinador comemorou o resultado, entretanto, destacou que a temporada ainda está no começo. "Vitória é sempre importante, mas ainda é o início. Com vitória as coisas ficam mais fáceis. Só que tanto eu como a comissão sabemos que ainda precisamos melhorar e que a vitória pode esconder muita coisa. Temos muito trabalho pela frente", ressaltou.

O elenco do Corinthians folga neste domingo e volta aos treinamentos na tarde de segunda-feira, quando o zagueiro Henrique será apresentado. O time volta a campo no domingo, para encarar o Novorizontino, em Novo Horizonte. Será a primeira partida da equipe alvinegra fora da capital na temporada.

Mais conteúdo sobre:
Fábio Carille Corinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.