Daniel Teixeira / Estadão Conteúdo
Daniel Teixeira / Estadão Conteúdo

Carille já se prepara para novas baixas no elenco do Corinthians para 2018

Técnico falou após receber bola de prata como melhor técnico do Brasileirão

Matheus Lara, Estadao Conteudo

04 de dezembro de 2017 | 13h46

O técnico Fábio Carille afirmou nesta segunda-feira que acha difícil que o elenco do Corinthians não sofra mais baixas para a próxima temporada. O treinador corintiano fez a declaração na cerimônia de premiação do troféu Bola de Prata, concedida anualmente pela ESPN Brasil aos melhores do torneio. Ele foi premiado como o melhor técnico do campeonato.

+ História dos craques Sócrates e Casagrande é eternizada nas artes

+ Jô termina ano como artilheiro do Brasileiro e entra para a história

"Conversamos para que não saia mais ninguém além do (Guilherme) Arana e do Pablo, mas sabemos que é difícil", disse o treinador. "Não dá para cravar que não vai sair ninguém. (O elenco do Corinthians) Tem atletas que se destacaram e que chamaram atenção. E aí tem a questão pessoal, o sonho de atuar em outro lugar."

Apesar de reconhecer a possibilidade de baixas, Carille disse que confia na diretoria alvinegra, para que não perca mais jogadores para 2018. "A diretoria vai fazer de tudo para que não saia mais ninguém, assim como foi no meio do ano, em que quatro jogadores receberam propostas e o clube conseguiu segurá-los. Mas, por tudo que aconteceu, pode acontecer que mais atletas saiam sim."

Carille já se prepara para o possível desafio de ter que substituir peças-chave no elenco, e cita Jô e Fagner. "Não é para se assustar, mas temos que ser realistas. Atletas como Jô e Fagner chamaram a atenção. Não estamos aqui para lamentar (uma possibilidade de que eles saiam), mas sim para irmos atrás de soluções no caso de saída de jogadores."

O técnico comemorou a temporada do Corinthians e voltou a dizer que nem ele próprio acreditava que o time alvinegro terminaria o ano com o título nacional. "Foi um ano maravilhoso, eu não imaginava e não esperava chegar com titulo, e ainda sendo considerado melhor técnico, longe disso. Ninguém imaginava. Se alguém falar, é mentira. Não era esperado, os adversários já estavam montados e eu sempre falei que a preparação do Corinthians estava um pouco atrás."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansFábio Carille

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.