Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians
Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Carille: 'Não sei se foi meu último jogo no Corinthians'

Técnico desconversa sobre possível contratação de Oswaldo de Oliveira para comandar o clube

O Estado de S. Paulo

13 Outubro 2016 | 06h30

Após seis partidas no comando do Corinthians, o técnico Fabio Carille pode ter feito sua despedida na vitória sobre o Santa Cruz por 4 a 2. O presidente Roberto de Andrade não esconde sua preferência por Oswaldo de Oliveira, com quem já conversou, mas a situação ainda não foi passada para a comissão técnica.

"O clube me conhece muito bem, não estou sabendo de nada e não sei se é meu último jogo. Fiquei focado nesta partida e quem pode responder isso é a diretoria. Minha resposta é a mesma dos jogadores. Sou treinador até segunda ordem. Não trouxemos essa conversa para dentro do vestiário", avisou Carille.

Ele reconhece a importância de Oswaldinho, que já treinou o clube em outras oportunidades e conquistou títulos. "Sempre me falaram muito bem do Oswaldo. Ele foi vencedor dentro do clube, é um técnico experiente, e eu sou funcionário do Corinthians. Posso voltar para minha função antiga sem problema", comentou.

Na vitória sobre o Santa Cruz, Carille mostrou qualidade ao mexer na equipe no intervalo e conquistar os três pontos fora de casa. Ele alterou o posicionamento de alguns atletas no segundo tempo e colheu os frutos disso. "Tivemos muita dificuldade no sistema defensivo no primeiro tempo, sofremos, mas conseguimos melhorar no segundo. Temos de trabalhar para isso não acontecer mais", finalizou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.