Daniel Batista|Estadão
Daniel Batista|Estadão

Fábio Carille passa de aprendiz a professor no Corinthians

Técnico recebe o ex-jogador Alex Alves nos treinamentos e passa dicas

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

26 de abril de 2017 | 07h00

Há pouco mais de quatro meses, Fábio Carille era apenas um auxiliar técnico que aprendeu muito com Tite e que estava em busca de oportunidade como treinador no Corinthians. Hoje, ele já virou ‘professor’ de quem espera seguir seus passos. Foi assim, por exemplo, com o ex-atacante Alex Alves.

Na semana passada, o ex-jogador de Portuguesa, Botafogo, Cruzeiro, entre outros, acompanhou de perto o trabalho de Carille para tirar dicas.  Alex Alves trabalhou recentemente na base da Portuguesa e como técnico do Nacional-SP (Série A3). Mesmo tendo uma pequena bagagem como treinador, ele conseguiu aproveitar e aprender bastante com a experiência no CT Joaquim Grava.

“O Carille teve o privilégio de trabalhar muitos anos com o Tite e soube aproveitar isso. Ele tem um jeito calmo e honesto de conversar com os atletas. Eu já fui jogador e sei que os atletas gostam de técnico assim, sincero e que trata do artilheiro ao quinto goleiro da mesma forma. Isso o faz largar na frente dos concorrentes de profissão”, comentou Alex Alves, em entrevista ao Estado.

Os dois jogaram juntos no Juventus, entre 2001 e 2002, quando iniciaram a amizade que perdura até hoje. Alex conta que desde a época em que Carille era apenas o zagueiro Fábio, ele já mostrava curiosidade com táticas e formações. “Ele sempre teve uma visão diferenciada para o futebol”, conta.

Carille agradece a confiança e diz que espera ter ajudado o amigo. “É bacana poder conversar e passar experiência sobre futebol com um amigo como ele. Espero que eu tenha ajudado de alguma forma, pois ele merece toda a sorte na carreira.”

Alex Alves nega que tenha interesse em fazer parte da comissão de Carille. “Sou técnico”, assegura. Ele tem comissão técnica, formada por um auxiliar e um preparador físico.

 

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansFutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.