Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Carille pode improvisar Paulo Roberto na defesa do Corinthians

Volante aparece como opção caso o treinador acabe perdendo um dos três defensores

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

28 de julho de 2017 | 07h00

Enquanto a diretoria do Corinthians procura por um zagueiro para reforçar o elenco, o técnico Fábio Carille quebra a cabeça para ter mais opções no setor e, sem outra escolha, cogita improvisar o volante Paulo Roberto caso tenha a necessidade. 

Pablo sofreu uma lesão na coxa e deve ficar mais um mês fora. Vilson se recupera de uma artroscopia e ainda deve ficar mais uns dias fora de combate. Assim, restam Balbuena, Pedro Henrique e Léo Santos para o setor. A visão da comissão técnica é que não existe nenhum garoto na base que possa ser aproveitado neste momento, até porque, das três opções, dois deles são jovens e seria melhor improvisar um jogador mais experiente do que contar com outra promessa.

A diretoria tem monitorado o mercado e recebido algumas indicações, mas não negocia com ninguém no momento. "A gente ainda vai aguardar um pouco. É uma preocupação que temos pelas lesões do Vilson e do Pablo. Estamos monitorando ainda", afirmou o presidente do clube, Roberto de Andrade. 

Paulo Roberto está se tornando um polivalente no Corinthians. Volante de origem, ele tem tido poucas oportunidades em sua posição, devido a boa fase de Maycon e Gabriel. Assim, ele foi testado por Carille na lateral-direita e deu conta do recado. 

Para a partida contra o Flamengo, Carille vai definir o time no treinamento desta sexta-feira, mas a tendência é que Balbuena e Pedro Henrique continuem como titulares da defesa. Para esse jogo, Fagner, Rodriguinho e Romero, que foram poupados contra o Patriotas, voltam normalmente. 

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
Corinthiansfutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.