Daniel Augusto Jr./ Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr./ Ag. Corinthians

Carille quer escalar força máxima do Corinthians contra a Caldense

Técnico espera por exames para definir a escalação da equipe para estreia na Copa do Brasil

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

06 Fevereiro 2017 | 07h01

A mudança no regulamento da Copa do Brasil faz com que a chance de ocorrer zebras aumentem nas duas primeiras rodadas da competição. Para não entrar nas estatísticas dos que tropeçaram logo no início do torneio, o técnico Fábio Carille espera escalar força máxima no Corinthians para o jogo com a Caldense, quarta-feira, em Poços de Caldas.

A definição da equipe, entretanto, vai depender dos exames que os jogadores farão na manhã desta segunda-feira, no CT Joaquim Grava. Os atletas que acusarem cansaço ou pequenas lesões, podem ser poupados da partida, algo que Carille torce para que não ocorra.

"Alguns jogadores deixaram o jogo bastante desgastados e vamos ver, a partir de segunda, como eles estarão na reapresentação. A ideia é dar continuidade para esse time", comentou o treinador.

Com a mudança no regulamento da Copa do Brasil, a Primeira e Segunda Fase serão realizados em jogo único, onde o time de pior colocação no ranking da CBF tem o direito de jogar em casa, entretanto, caso a partida fique empatada, quem avança é o visitante.

Na sexta-feira, o treinador já havia afirmado que sua intenção era, em busca de maior rapidez do entrosamento, evitar mexer na equipe, exceto caso tenha problemas de contusão ou desgaste dos atletas.

Depois do jogo com a Caldense, o Corinthians voltará a campo no sábado, para encarar o Santo André, na Arena Corinthians, às 21h. 

Notícias relacionadas
Mais conteúdo sobre:
Corinthians Futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.