Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians
Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Carille se vê aprovado em testes e promete um novo Corinthians em 2017

Treinador admite estar pressionado

Daniel Batista, Estadão Conteúdo

22 de dezembro de 2016 | 15h35

Fábio Carille assume o comando do Corinthians nesta quinta-feira em uma situação bem complicada. O ex-auxiliar técnico foi a opção escolhida pela diretoria do clube após as negociações com Reinaldo Rueda não terem evoluído. Sua primeira missão será conseguir fazer as mudanças na equipe com pouco dinheiro e bastante pressionado para obter bons resultados desde o início do trabalho.

"Com certeza (a pressão é grande), mas sempre deixei claro minha vontade de ser treinador e acho que chegou meu momento. O torcedor pode esperar uma equipe muito organizada e com entrega em campo. Acredito que me avaliaram durante o período em que eu estava como interino e muita coisa pode acontecer, claro, mas eu quero ficar muitos anos no comando da equipe", disse o técnico, durante entrevista coletiva nesta quinta-feira, no Parque São Jorge.

Carille se esquivou ao ser perguntado se ficou chateado por ouvir o presidente do clube, Roberto de Andrade, descartá-lo após a demissão de Oswaldo de Oliveira. "As coisas mudam a todo momento. Tinha a possibilidade da chegada de um novo profissional, mas agora estou aqui", desconversou.

Ele também evitou polêmica quando questionado sobre o fato de ter sido efetivado após a saída de Cristóvão, mas pouco tempo depois, teve que voltar a ser auxiliar para a chegada de Oswaldo de Oliveira. "Não digo que a diretoria não cumpriu com a palavra. Eu agradeço a confiança neste momento e sempre me deixaram claro que eu era interino. Naquele momento, falaram que eu iria ficar até dezembro, mas decidiram trazer o Oswaldo e acho que foi uma atitude certa, pois trouxeram pensando na montagem do elenco para a próxima temporada", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.