Diego Vara/Reuters
Diego Vara/Reuters

Carille tem problemas para escalar o Corinthians no Campeonato Brasileiro

Maior preocupação é com o volante Júnior urso, que sentiu desconforto na coxa antes da partida contra o Grêmio

Redação, O Estado de S.Paulo

07 de outubro de 2019 | 04h30

O técnico Fábio Carille terá problemas para escalar o Corinthians para a partida de quinta-feira, contra o Athletico-PR, na Arena em Itaquera, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. A maior preocupação é em relação ao volante Júnior Urso, que antes da partida contra o Grêmio sentiu um desconforto muscular na coxa direita.

Nesta segunda-feira, na reapresentação do elenco alvinegro em São Paulo, o jogador será avaliado e submetido a exames para ver a gravidade da lesão. Por causa do problema, ele acabou ficando fora da partida e até do banco de reservas em Porto Alegre. Se uma contusão foi detectada, ele não terá condições de estar em campo na quinta-feira.

Além dele, outros dois jogadores não vão disputar a partida com o Athletico-PR. O equatoriano Sornoza e o meia Pedrinho foram convocados e vão jogar por suas seleções numa rodada que é realizada dentro de Data Fifa do calendário internacional do futebol. Carille ainda não revelou quem vai entrar no time.

Sornoza foi o substituto de Júnior Urso no duelo com o Grêmio. Agora Carille terá de achar outro atleta para a função. O jogador foi convocado para a seleção do Equador, que disputará um amistoso contra a Argentina no dia 13. Até por isso, não vai disputar o clássico com o São Paulo, que será realizado nesta data.

Já Pedrinho também desfalcará o Corinthians contra Athletico-PR e São Paulo. Ele foi chamado para a seleção brasileira sub-23 e vai enfrentar Venezuela, no dia 10, e Japão, no dia 14. Para sua posição, Carille tem o meia Jadson, que é um jogador experiente, mas com características diferentes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.