Daniel Augusto Jr|Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr|Agência Corinthians

Carille vê jogos contra Palmeiras e Mirassol como referências para o Corinthians

Treinador demonstra preocupação com futebol apresentado diante do Brusque

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

03 de março de 2017 | 16h02

O técnico Fábio Carille tem definida uma de suas missões para o Corinthians no duelo com o Santos, neste sábado, na Arena Corinthians: fazer a equipe apresentar um melhor futebol. O treinador ficou bastante preocupado com a má atuação diante do Brusque, apesar da classificação para a próxima fase da Copa do Brasil, e quer usar os confrontos contra o Palmeiras e Mirassol, ambos pelo Campeonato Paulista, como referência do que precisa ser feito pelos atletas.

"Fomos abaixo do esperado depois do que fizemos contra o Palmeiras e Mirassol. Tivemos muitos erros de passes. Assisti ao jogo contra o Brusque duas vezes e nosso maior problema foi esse", disse o treinador, antes da atividade que será realizada nesta sexta-feira.

Carille ainda não definiu o time para o clássico com o Santos, mas reafirma a necessidade de melhora. "A gente tem que criar a nossa identidade e isso é algo que eu senti falta no ano passado também. Tem que repetir sempre para virar padrão e faltou isso contra o Brusque. Não é fazer a mais, mas repetir o que foi feito", completou.

Enquanto o setor defensivo corintiano é muito mais alvo de elogios do que críticas, o mesmo não se pode falar do ataque. A equipe tem sofrido para conseguir marcar gols e o treinador admite que ainda tem dificuldades para fazer o time melhorar no setor. "Temos que melhorar em tudo sempre. Até na defesa. Estou feliz pelos números, pela classificação no Paulista e porcentagem de pontuação alta, mas temos que melhorar o tempo todo e acertar a parte defensiva é mais fácil, pois destruir é sempre mais fácil do que construir."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.