Carioca 2008 começa com excesso de times e estrangeiros

Com 16 clubes, Estadual do Rio de Janeiro tem regras inusitadas e atrações como a despedida de Romário

Leonardo Maia, Agência Estado

18 de janeiro de 2008 | 18h19

Muitos gostam de dizer que o Campeonato Carioca é o torneio regional mais charmoso do Brasil. Marketing à parte, o Estadual deste ano realmente traz atrativos especiais para os torcedores do País todo. Do ponto de vista histórico, o Carioca 2008 provavelmente será marcado pela despedida de Romário - que pretende se aposentar com o título da Taça Guanabara - e talvez pelo início de sua carreira como treinador. O Gênio da Área tentará comandar o modesto elenco do Vasco ao primeiro título desde 2003, de dentro de campo e fora dele. Para isso, precisará que sua suspensão por 120 dias por doping seja revista. Caso contrário, só poderá atuar na Taça Rio.Outro marco histórico é o número de jogadores estrangeiros inscritos. Todos os grandes clubes trazem pelo menos um no elenco e até equipes de pequeno porte foram buscar ajuda além das fronteiras nacionais. O Flamengo conta com o paraguaio Gavilán e os argentinos Maxi e Colace. O Fluminense trouxe o meia argentino Conca do Vasco, que por sua vez importou o chileno Villaneuva e o nigeriano Abubakar (que estava no Internacional). O Botafogo contratou os ‘hermanos’ Ferrero e Escalada, além do goleiro uruguaio Castillo.A expectativa é grande quanto ao dueto Fla-Flu. Os rivais mantiveram a base do ano passado e se reforçaram, e farão do Carioca o aperitivo para um possível encontro na Taça Libertadores da América. Para temperar ainda mais a rivalidade, o Flamengo luta pelo bicampeonato e a 30.º. conquista de sua história, o que igualaria a marca do Tricolor (a Federação Carioca, porém, coloca o título de 2002 do Fluminense sob ressalva).O Botafogo sofreu severa reformulação para esta temporada. Depois de passar o ano em branco e decepcionar a torcida, o time perdeu pilares como Dodô, Zé Roberto, Joílson e Juninho. A diretoria contratou 14 jogadores - nenhum deles de empolgar - e o técnico Cuca sabe que precisa conquistar um título este ano, a despeito do enfraquecimento do elenco.O Vasco talvez seja o azarão entre os grandes. Sem dinheiro, o clube perdeu Leandro Amaral e Conca, seus destaques, e trouxe jogadores pouco conhecidos. O goleiro artilheiro Tiago, vindo da Portuguesa é o destaque. O Estadual é prioridade absoluta em São Januário. A novidade para a edição deste ano é o aumento no número de participantes; serão 16, contra os 12 do ano passado. Quatro clubes farão sua estréia na primeira divisão carioca: Resende, Macaé, Cardoso Moreira e Duque de Caxias.O regulamento repete o formato básico dos últimos anos, com os times divididos em dois grupos. Na Taça Guanabara (1º. turno), os clubes se enfrentam dentro da própria chave. Os dois times com pior desempenho somando-se os dois turnos serão rebaixados. Na Taça Rio, há o cruzamento entre os grupos. Os dois primeiros de cada chave fazem as semifinais e final.Este ano, porém, por conta do aumento do número de clubes, os títulos de turno serão decididos em jogo único. Na finalíssima, os campeões de cada um deles se enfrentam pelo título estadual. Caso um clube vença os dois turnos, será declarado o campeão.Outra singularidade marca o campeonato de 2008. Como muitos dos novos clubes participantes não tem estádios em condições de abrigar jogos com grande público - e por exigência da TV Globo - Flamengo, Botafogo, Fluminense e Vasco sempre jogarão em casa contra os pequenos, aí incluídos América e Volta Redonda, que tem bons estádios mas serão privados de utilizá-los para "não terem uma vantagem sobre os outros times de pequeno porte", argumenta o presidente da Ferj, Rubens Lopes.Grupo A - Flamengo, Fluminense, América, Volta Redonda, Boavista, Macaé, Cardoso Moreira e Duque de Caxias.Grupo B - Botafogo, Vasco, Madureira, Resende, Cabofriense, Mesquita, Friburguense e Americano.Primeira rodada:Sábado, dia 19Grupo A  - 16 horas - Fluminense x Cardoso MoreiraGrupo A - 20h30 - Volta Redonda x MacaéGrupo B - 19h30 - Botafogo x ResendeGrupo B - 20h30 - Cabofriense x Mesquita Domingo, dia 20Grupo A - 16 horas - Flamengo x BoavistaGrupo A - 18h10 - América x Duque de CaxiasGrupo B - 16 horas - Friburguense x AmericanoGrupo B - 18h10 - Vasco x Madureira

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.