Carleto prega respeito ao Ceará, mas pede Botafogo imponente no Engenhão

Cada vez mais perto da vaga à elite do Campeonato Brasileiro, o Botafogo terá o pela frente o Ceará, que briga para não cair, no próximo duelo pela Série B. Sem pensar na situação do adversário, o lateral-esquerdo Thiago Carleto prega respeito, mas também pede que o time carioca imponha seu ritmo jogando em casa.

Estadão Conteúdo

18 de outubro de 2015 | 14h49

"A gente sabe que o Ceará é uma equipe grande e de respeito. Não sabemos o que passa lá, mas temos visto a dificuldade que estão passando para ganhar as partidas. Jogamos contra eles no primeiro turno e foi muito difícil, com o Jefferson mais uma vez nos salvando no final. Não temos nada a ver com o momento deles e temos que pensar na vitória independentemente se o adversário está brigando pela ponta ou na zona de rebaixamento", comentou o lateral.

Para Carleto, a presença dos torcedores no Engenhão é muito importante para ajudar o time. "No Estádio Nilton Santos nós temos que impor o nosso ritmo e fazer com que a equipe se sinta bem, como no jogo contra o Bragantino. A torcida compareceu e está de parabéns. Espero que na terça-feira eles compareçam novamente para o jogo contra o Ceará", disse Carleto.

A partida acontece na próxima terça-feira, às 21h, e é a complementação da 30.ª rodada da Série B. Caso vença, o Botafogo chegará muito perto da classificação à Série A, pois abrirá 13 pontos para o quinto colocado, a sete jogos do final da competição. Mesmo assim, o jovem atacante Neilton mantém os pés no chão.

"A gente não pode se empolgar. Temos que pensar jogo a jogo, esse é o discurso do grupo inteiro, então a gente fica feliz por isso. Contra o Ceará temos que procurar vencer de novo para que a gente possa se aproximar cada vez mais do acesso", afirmou.

Autor de um gol e uma assistência contra o Bragantino, Neilton não pensa nos números individuais e foca o trabalho em ajudar o Botafogo a retornar ao Brasileirão. "Vou trabalhar e descansar o máximo para que eu possa marcar outra vez, mas não estou preocupado com os gols, eles saem naturalmente, quero ajudar a equipe a sair com a vitória, mas espero fazer mais um terça", previu.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BBotafogoCarletoNeilton

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.