Vitor Silva/SSPress/Botafogo
Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Carli afirma que elenco do Botafogo tem responsabilidade por queda de técnico

Zagueiro argentino vê elenco com culpa por mau desempenho de técnico efetivado no começo da temporada

Estadão Conteúdo

15 de fevereiro de 2018 | 12h50

Eliminado da Taça Guanabara nas semifinais pelo Flamengo e com uma semana de preparação para a sua estreia na Taça Rio, o Botafogo vive nesse momento o cenário de fim precoce de um trabalho, com a saída de Felipe Conceição, e da chegada de um novo treinador, Alberto Valentim. Esses cenários foram avaliados nesta quinta-feira, em entrevista coletiva de Joel Carli.

+ Valentim é apresentado no Botafogo e agradece indicação de Cuca

+ ANTERO: Grandeza e chororô

O zagueiro argentino é um dos líderes do elenco do Botafogo, que também está sob pressão pela queda precoce na Copa do Brasil, com a derrota na primeira fase para a Aparecidense. Diante disso, Carli avaliou que o elenco tem responsabilidade pela saída de Felipe Conceição e prometeu trabalhar para dar a volta por cima em 2018.

"Claro que a gente fica ainda com muita raiva pela eliminação na Copa do Brasil. Não era o nosso objetivo e como um time grande teríamos que brigar por aquele campeonato. A gente é responsável quando perdemos e nos sentimos responsáveis pela saída do Felipe. Aqui temos um time de homens e sabemos quando erramos. Agora temos que trocar o chip para buscar o mais rápido possível compreender as ideias do Valentim. Agora começa a segunda etapa do Campeonato Estadual, estamos focados no trabalho e podemos ser campeões", disse.

Apresentado na quarta-feira, Alberto Valentim comandou nesta quinta o seu segundo treino como técnico do Botafogo. E ele já recebeu elogios de Carli. "O Alberto passou hoje um pouco da ideia que tem para o time. Muita vontade de trabalhar e foco no treinamento. Teremos uma semana completa para trabalhar e tentar pegar rápido a ideia que ele tem de jogo. Sem dúvida trazer a nossa torcida é o nosso alvo principal. Para a torcida sempre é ganhar, ganhar e ganhar. Tudo bem, é assim, o Botafogo é um clube grande. Vamos lutar por esse Estadual e pela Sul-Americana também", disse.

Após ser batido por 3 a 1 pelo Flamengo no sábado, o Botafogo volta a jogar na próxima quinta-feira, quando vai encarar o Nova Iguaçu, no Giulite Coutinho, em Mesquita, pela primeira rodada da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.