Carlos Alberto admite que está mal

Se o Corinthians vive um bom momento, o meia Carlos Alberto está passando por uma situação totalmente contrária. Contratado pela MSI para ser uma das estrelas do time, o jogador não atravessa uma boa fase. Foi substituído nos últimos dois jogos e, para piorar sua situação, seus substitutos entraram e jogaram bem - Rosinei marcou dois na vitória de 3 a 1 sobre o Palmeiras e Dinelson também deixou sua marca no triunfo sobre o Paraná por 3 a 2, no último sábado. "Realmente eu não estou bem há alguns jogos. Contra o Paraná fiz minha pior partida. Errava tudo o que eu tentava. Só acertei no lance do segundo gol", disse o aleta, consciente que precisa melhorar. "Não posso mentir para mim mesmo, estou mal. Agora preciso esquecer as coisas negativas e tentar melhorar". Se Carlos Alberto tem certeza da má fase que o atinge, a dúvida fica quanto à sua titularidade no time. "É uma decisão que cabe ao treinador. Eu sei do meu potencial e o que eu posso render". Contra o Paysandu, quinta-feira, no Pacaembu, o jogador espera começar jogando e apagar as últimas más atuações. "Se eu jogar bem e marcar um gol, tudo vai melhorar", salientou o craque, muito vaiado no jogo contra o Paraná, em Maringá. "Aqui em São Paulo a torcida me apóia. Se você está lutando dentro de campo os torcedores reconhecem. É lógico que fiquei chateado com as vaias da torcida, mas eles cobram porque sabem que eu posso render mais".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.