Carlos Alberto desfalca o Fluminense

O técnico do Fluminense, Renato Gaúcho, tem vários problemas para escalar a equipe que atuará contra o Juventude, domingo, no Maracanã, partida que poderá definir a permanência do Tricolor na Série A do Campeonato Brasileiro. O atacante Romário está com dores musculares, não treinou hoje nas Laranjeiras, e deve ser reavaliado momentos antes do jogo. O meia Carlos Alberto, porém, não tem condições de entrar em campo. Ele chegou a participar por cinco minutos do coletivo de hoje, mas voltou a sentir dores na virilha esquerda e está praticamente vetado pelos médicos. "Queria muito estar com a equipe nesse jogo, que tem um caráter de decisão. Mas reconheço a dificuldade", disse. Na zaga, Rodolfo se recupera de contusão na coxa esquerda e também pode desfalcar a equipe. "Não quero ficar fora, de jeito nenhum", declarou o zagueiro. Dos três problemas, o que parece menos grave é o de Romário. O jogador avisou a Renato Gaúcho que vai enfrentar o Juventude para ajudar a livrar o Fluminense do rebaixamento. Um empate garante o clube carioca na elite do futebol. Mesmo que perca, o Fluminense pode ficar na Série A, desde que os adversários mais próximos na disputa não ganhem seus jogos. "Vou me poupar até a hora da partida. Acredito que vai dar tudo certo", disse Romário, que trocou de roupa para treinar, mas voltou ao vestiário em seguida sem sequer tocar na bola. "É uma dor aguda, que incomoda na hora de fincar o pé no chão. Mas, creio, não será obstáculo para a minha presença." Para Renato Gaúcho, a situação não é diferente da que enfrentou durante toda a competição. "Estou até acostumado. É sempre assim, jogadores contundidos nos momentos mais importantes, mas faz parte do futebol."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.