Carlos Alberto Parreira é o novo técnico do Fluminense

Treinador campeão do mundo com a seleção brasileira em 1994 acerta com o clube do Rio de Janeiro

Agência Estado,

06 de março de 2009 | 20h35

A diretoria do Fluminense confirmou na noite desta sexta-feira a contratação do técnico Carlos Alberto Parreira, após a demissão de René Simões. O fim do ciclo de René, ironicamente, veio com a vitória por 3 a 0 sobre o Nacional-PB e a classificação para a segunda fase da Copa do Brasil.Veja também:Diretoria do Fluminense demite o técnico René SimõesDê seu palpite no Bolão Vip do LimãoParreira, campeão brasileiro em 1984 e da Terceira Divisão em 1999 pelo time carioca, já se pronunciava pela manhã como se fosse aceitar a nova missão. Ele assinou contrato até dezembro de 2009 e promete anunciar os membros da comissão técnica assim que for apresentado, na próxima semana."Depois desse período sabático de 11 meses que eu me permiti, estou com saudades da adrenalina do futebol", disse Parreira, campeão do mundo com a seleção brasileira em 1994. "Como trata-se de um clube que eu conheço muito aqui no Rio, onde moro, acredito que possa dar certo."Parreira revelou que foi consultado pelo coordenador de futebol do Fluminense, Alexandre Faria, antes mesmo da demissão de René. "Depois da vitória (sobre o Nacional-PB), o Alexandre me ligou, mas me recusei a tratar do assunto até que a situação do René fosse resolvida.", comentou o técnico. Seu último desafio foi dirigir a seleção da África do Sul logo após comandar a seleção brasileira no Mundial de 2006.QUEDAJá René não resistiu ao insucesso na Taça Guanabara, selada com a derrota por 1 a 0 para o Botafogo nas semifinais, e ao mau futebol apresentado durante toda a temporada. A diretoria do clube das Laranjeiras, julgando que havia montando um elenco de ponta para lutar por títulos, estava insatisfeita com a performance do time. O técnico, que chegou ao Fluminense na reta final do Campeonato Brasileiro do ano passado para salvá-lo do rebaixamento, barrou medalhões como Conca, Diguinho e Jaílton, contratados pela Unimed, patrocinadora do clube, cujo presidente costuma participar das decisões do futebol.Mas o que pesou realmente foi o sonho do comando tricolor em contar com Parreira para esta temporada, renovado com a chegada do atacante Fred, que vem para receber salários compatíveis com o mercado europeu. Deverá ser assim também com Parreira. Tudo por conta da Unimed.Em dez jogos à frente do Fluminense este ano, René Simões somou cinco vitórias, dois empates e três derrotas. Com sua saída, Gilson Gênio, das divisões de base, assume interinamente o comando da equipe para a estreia na Taça Rio, contra o Mesquita, domingo, no Engenhão.(Atualizado às 20h53 para acréscimo de informações)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.