Carlos Alberto pede cuidado com os times pequenos do Rio

Referência do Fluminense, o meia Carlos Alberto, de 22 anos, mandou nesta quinta-feira um recado para os clubes de maior expressão do Rio: ?Quem entrar em campo e não respeitar as outras equipes vai ser dar mal?. A equipe tricolor, por exemplo, encontrou dificuldades para vencer o Friburguense, por 1 a 0, no Maracanã, na primeira rodada da Taça Guanabara, o primeiro turno do Campeonato Carioca. ?A equipe se portou bem, apesar da estréia?. Carlos Alberto explicou a sua atuação discreta. ?Achei que estava abafado e isso influenciou no meu rendimento. Fiquei ansioso e doido para jogar, o que é normal. Só fui saber da liberação da documentação momentos antes da partida e nem comi direito durante o dia.? O Fluminense treina nesta sexta-feira no Centro de Futebol Zico (CFZ), no Recreio dos Bandeirantes (zona oeste do Rio), pois os vestiários das Laranjeiras, sede do clube, estão sendo reformados. No domingo, o time enfrentará o Volta Redonda, fora de casa, no Estádio da Cidadania. Destaque do Figueirense em 2006, o apoiador Cícero teve atuação razoável na estréia do Fluminense no Carioca e reconheceu que não rendeu tudo o que sabe. ?Posso melhorar?, admitiu. Um dia após a partida, ele ainda se mostrou impressionado com a força da torcida. ?A festa na arquibancada foi muito linda?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.