Elvis González / EFE
Elvis González / EFE

Carlos Amadeu, técnico campeão sub-17 com o Brasil, morre, aos 55 anos

Amadeu também fez parte do elenco do Bahia campeão brasileiro em 1988; causa da morte foi um ataque cardíaco

Redação, Estadão Conteúdo

15 de novembro de 2020 | 19h38

O técnico Carlos Amadeu Nascimento Lemos, de 55 anos, morreu, neste domingo, em Riad, na Arábia Saudita, onde trabalhava desde agosto no Al-Hillal. Segundo nota do clube árabe, o treinador baiano, nascido em Salvador, sofreu um ataque cardíaco em sua residência.

Como jogador, Carlos Amadeu fez parte do time do Bahia campeão brasileiro em 1988. Como treinador, trabalhou com destaque nas categorias de base do Bahia e do Vitória, o que lhe garantiu o comando da seleção brasileira sub-17 e sub-20.

Carlos Amadeu foi contratado pela CBF em 2015 e acabou demitido no ano passado. Neste período, dirigiu o time campeão sul-americano sub-17 que tinha Vinicius Jr, Paulinho e Lincoln. "Sem dúvidas um dos mais importantes em minha formação. Só agradecer por tudo!", escreveu o jogador do Real Madrid em suas redes sociais.

Os dois principais times baianos também lamentaram a morte do treinador. "Consternador, lamentamos com imenso pesar a repentina perda de Carlos Amadeu, ex-técnico do sub-20 tricolor, aos 55 anos, devido a um problema cardíaco", escreveu o Bahia. "O Esporte Clube Vitória sente profundamente a dor do falecimento de Carlos Amadeu e se solidariza com o luto de amigos e familiares", registrou o Vitória.

"O conselho de diretores do clube, presidido pelo Sr. Fahad Bin Saad Bin Nafel, e os empregados do clube ofereceram sinceras condolências e expressaram sua simpatia à família do técnico brasileiro do Al Hilal Sub-19, Carlos Amadeu, que morreu neste domingo depois de um ataque cardíaco em sua casa, em Riad. O Al Hilal ofereceu sinceras condolências à CBF e seus dirigentes, jogadores e técnicos", informou o Al-Hillal, em comunicado oficial.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.