JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Carlos Amarilla apitará São Paulo x Cruzeiro pela Libertadores

Árbitro é lembrado por ter prejudicado o Corinthians há 2 anos

Estadão Conteúdo

29 de abril de 2015 | 20h01

Dois anos depois de prejudicar o Corinthians diante do Boca Juniors, em pleno Pacaembu, em jogo que causou a eliminação do time brasileiro na Libertadores de 2013, o árbitro paraguaio Carlos Amarilla vai voltar a São Paulo na semana que vem. Nesta quarta-feira, ele foi sorteado para apitar o confronto entre São Paulo e Cruzeiro, pela ida das oitavas de final da Libertadores.

No jogo de duas temporadas atrás, Amarilla não deu pênalti quando Somoza colocou deliberadamente a mão na bola para desarmar Emerson. Depois, anulou gol legal de Romarinho, alegando impedimento. O empate em 1 a 1 acabou classificando o Boca às quartas de final da Libertadores.

Curiosamente, a escalação de Amarilla atende a um desejo do São Paulo. Antes do clássico contra o Corinthians, o presidente do clube tricolor, Carlos Miguel Aidar, criticou a escalação de um árbitro brasileiro para o duelo internacional. Na ocasião, Sandro Meira Ricci foi o escolhido e teve atuação criticada pelos corintianos depois de expulsar dois atletas alvinegros.

O outro duelo brasileiro das oitavas de final da Copa Libertadores, entre Atlético-MG e Internacional, também terá árbitro estrangeiro no duelo de ida. Wilmar Roldan, da Colômbia, apita o jogo. Já Guaraní (Paraguai) x Corinthians terá trio de arbitragem uruguaio, liderado por Daniel Fedorczuk.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.