Rodrigo Coca / Agência Corinthians
Rodrigo Coca / Agência Corinthians

Carlos Augusto valoriza vitória do Corinthians e confia em evolução

Lateral-esquerdo aguarda fim da rodada e ainda sonha com classificação

Redação, O Estado de S.Paulo

23 de julho de 2020 | 17h23

Cria da base do Corinthians, o lateral-esquerdo Carlos Augusto comemorou a vitória diante do Palmeiras por 1 a 0 na noite de quarta-feira. O clássico marcou a volta do Campeonato Paulista, que estava paralisado desde março por causa da pandemia do novo coronavírus.

“Feliz demais por mais uma importante vitória na nossa casa, contra um rival ainda por cima. Claro que foi o primeiro jogo apenas, temos muito ainda a evoluir. Mas fazer um jogo sólido, regular e vencer nosso rival foi importante demais. Fico feliz com meus números jogando na nossa casa e quero mais”, disse o jogador.

Dentre as 36 partidas realizadas por Carlos Augusto no Corinthians, esta foi a décima quinta em Itaquera. Jogando em casa, o lateral possui apenas uma derrota e, ao que tudo indica, ganhará espaço sob o comando de Tiago Nunes. No Dérbi, o atleta jogou os 90 minutos como titular.

Com a vitória, o Corinthians se manteve vivo na competição. O clube estava ameaçado de não conseguir a classificação para as fases finais do torneio, caso fosse derrotado. Ainda assim, o clube não depende apenas de seus resultados para obter a classificação, que segundo Carlos Augusto, é a meta da equipe.

“O foco segue sendo a classificação. Por isso sabíamos que a vitória em cima do nosso rival era fundamental, tínhamos que vencer. Por isso a felicidade pela vitória, pela atuação. É muito bom ganhar um clássico. Agora vamos ver como a rodada termina para buscarmos essa classificação”, finalizou o jogador.

O próximo confronto do Corinthians será contra o Oeste, na Arena Barueri. A equipe precisa da vitória de qualquer maneira. Antes, porém, Tiago Nunes ainda precisará torcer para que o Guarani tropece, nesta quinta-feira, contra o Botafogo-SP, e contra o São Paulo, na Vila Belmiro, na última rodada da fase de grupos. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.