Bruno Cantini/Divulgação
Bruno Cantini/Divulgação

Carlos deixa treino com dores e preocupa para a estreia do Atlético-MG

Atacante sofre pancada no tornozelo e pode se juntar a Lucas Pratto e Marcos Rocha como desfalque diante do Colo Colo, em Santiago

Estadão Conteúdo

15 de fevereiro de 2015 | 16h46

A sequência de lesões do Atlético-MG parece não ter fim e fez nova vítima neste domingo. Um dia depois de perder Marcos Rocha e Lucas Pratto na vitória sobre o Democrata, o técnico Levir Culpi levou um novo susto. O atacante Carlos sofreu uma pancada no tornozelo, precisou deixar o treino mais cedo e preocupa para a estreia na Libertadores.

Carlos reclamou bastante de dores e saiu da atividade para realizar os primeiros exames. O jogador seria submetido a alguns testes antes que Levir Culpi pudesse decidir se o levará para Santiago, no Chile, onde o Atlético-MG duela com o Colo Colo nesta quarta-feira.

Se não tiver condições de jogo, Carlos fará companhia a Marcos Rocha e Lucas Pratto. Os dois sofreram estiramento muscular, já iniciaram trabalho de fisioterapia e foram vetados pelo departamento médico. O Atlético-MG ainda terá que lidar com a ausência do lateral-esquerdo Douglas Santos, com problema no ligamento do joelho esquerdo.

Neste domingo, os jogadores que enfrentaram o Democrata realizaram somente um trabalho regenerativo, enquanto os reservas foram a campo para uma atividade técnica. Sem Marcos Rocha e Pratto, Patric e Jô serão os titulares na quarta. A delegação do Atlético-MG viaja para Santiago nesta segunda-feira pela manhã.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.