Carlos Miguel descarta novo reforço

Se depender da opinião do meia Carlos Miguel, a necessidade de a equipe contratar um craque experiente para o segundo semestre já não existe no São Paulo. O conceito do jogador, de certa maneira, contrasta com o da diretoria, que admitiu estar procurando um meio-campista renomado para dar tranqüilidade aos mais jovens nos momentos de decisão.Para Carlos Miguel, a presença de nomes como o goleiro Rogério Ceni, o zagueiro Rogério Pinheiro e ele próprio já está surtindo efeito no comportamento dos atletas vindos das categorias de base. "Nossas orientações têm dado resultado, a garotada têm uma boa cabeça e sabe ouvir", ressaltou o meia gaúcho.O meia, no entanto, observou que qualquer contratação de peso é sempre bem-vinda. "O reforço poderia vir para somar e ajudar no que já estamos fazendo", destacou. O jogador atribuiu ao técnico Oswaldo Alvarez, o Vadão, a melhora de seu rendimento. "Ele me deu mais liberdade para atacar e por isso tenho marcado muitos gols ultimamente", ressaltou.A equipe viajou hoje para Salvador, onde enfrenta o Vitória, quarta-feira, pelas oitavas-de-final da Copa do Brasil. Na partida de ida, o São Paulo venceu por 3 a 0 e pode perder por até dois gols de diferença para ficar com a vaga na próxima fase. Se a equipe paulista conseguir marcar um gol, o Vitória terá de vencer por 5 a 1.Na última vez que o São Paulo enfrentou o Vitória no mesmo estádio Manoel Barradas, foi derrotado justamente pelo placar de 5 a 1. Alguns jogadores estavam presentes naquela ocasião e alertam para que, desta vez, a acomodação não prevaleça."Precisamos objetivar o ataque e não ficar lá atrás, esperando o adversário", disse o volante Alexandre, um dos que participaram daquele jogo. Para Vadão, o time não está traumatizado com a seguidas viradas que o eliminaram do Campeonato Paulista nas últimas rodadas.Em abril, o São Paulo perdeu para o União São João, por 4 a 3, após estar vencendo por 3 a 0. Uma semana depois, foi superado pelo União Barbarense por 3 a 2, após conseguir a vantagem de 2 a 0.Na opinião do técnico, aquelas foram ocasiões atípicas. "Ficou a imagem das viradas, mas elas não refletiram exatamente o desempenho dos jogadores nas partidas", garantiu.Carlos Miguel descarta novo reforço

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.