Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC
Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC

Carlos Sánchez, Martín Silva e Arrascaeta são convocados para seleção uruguaia

Jogadores que atuam no Brasil foram chamados pelo interino Fabian Coito e desfalcarão seus clubes no início de setembro

Estadão Conteúdo

19 Agosto 2018 | 08h56

O técnico interino do Uruguai, Fabian Coito, fez na noite de sábado a convocação da seleção do país para o amistoso contra o México, em 7 de setembro, em Houston, nos Estados Unidos. A lista conta com três jogadores que atuam no Brasil: o volante Carlos Sánchez, do Santos, o goleiro Martín Silva, do Vasco, e o meia Giorgian De Arrascaeta, do Cruzeiro.

No total, o treinador chamou 25 jogadores, entre eles os centroavantes Luis Suárez, do Barcelona, e Edinson Cavani, do Paris Saint-Germain. A dupla de defensores do Atlético de Madrid, destaque na Copa do Mundo da Rússia, Diego Godín e Jose Maria Giménez, também foram lembrados pelo interino.

A seleção uruguaia caiu para a França nas quartas de final do Mundial que terminou no último mês. O técnico Óscar Tabárez, que comandou a equipe celeste, ainda negocia sua permanência no cargo. Enquanto não acerta a renovação, Fabian Coito, que comanda a seleção sub-20, cuidará do time principal.


Veja a lista completa abaixo:


Goleiros: Fernando Muslera (Galatasaray), Martín Silva (Vasco) y Martín Campaña (Independiente).

Defensores: Diego Godín (Atlético de Madrid), Sebastián Coates (Sporting), José María Giménez (Atlético de Madrid), Mauricio Lemos (Sassuolo), Gastón Silva (Independiente), Martín Cáceres (Lazio) e Diego Laxalt (Milan).

Meio-campistas: Nahitan Nández (Boca Juniors), Lucas Torreira (Arsenal), Matías Vecino (Inter de Milão) Rodrigo Bentancur (Juventus), Carlos Sánchez (Santos), Nicolás Lodeiro (Seattle Sounders), Federico Valverde (Real Madrid), Gastón Ramírez (Sampdoria) e Giorgian De Arrascaeta (Cruzeiro).

Atacantes: Jonathan Urretaviscaya (Monterrey), Gastón Pereiro (PSV), Maximiliano Gómez (Celta de Vigo), Cristhian Stuani (Girona), Edinson Cavani (PSG) e Luis Suárez (Barcelona).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.