José Patrício/AE
José Patrício/AE

Carpegiani confirma Rivaldo no São Paulo no duelo de domingo

Após brilhar na estreia, ele estará em campo no confronto diante do Botafogo-SP

AE, Agência Estado

04 de fevereiro de 2011 | 09h41

SÃO PAULO - Depois de estrear com um gol na vitória do São Paulo sobre o Linense, na última quinta-feira à noite, por 3 a 2, no Morumbi, o meia Rivaldo teve a sua presença no jogo do próximo domingo, contra o Botafogo-SP, em Ribeirão Preto, pelo Campeonato Paulista, confirmada pelo técnico Paulo César Carpegiani.

Pelo fato de o pentacampeão mundial com a seleção brasileira em 2002 ainda recuperar a sua melhor condição física, a sua presença no confronto ainda estava em dúvida. Porém, a boa forma exibida por Rivaldo em sua estreia convenceu o treinador de que ele já pode atuar em duas partidas consecutivas com a camisa são-paulina.

Carpegiani, porém, admitiu que o craque sofreu por causa do seu condicionamento físico ainda longe do ideal. "Eu estava pensando em poupar o Rivaldo, mas o jogo transcorreu de um jeito... Vi que ele cansou, o tempo é curto até domingo mas ele vai jogar sim. Só não vai jogar quando realmente não tiver condições. Falei que precisava contar com ele no meio para que desse uma pausa (cadenciada no jogo)", ressaltou o comandante.

Em sua estreia, além de fazer um gol, Rivaldo mostrou a velha categoria de sempre, com passe de letra, chapéu em um adversário, entre outras jogadas de seu repertório. O jogador, porém, preferiu dividir os méritos com os companheiros a se vangloriar por sua atuação. "O mais importante era a vitória. (A do seu gol) Foi uma jogada do Dagoberto que eu controlei a bola na coxa e só tive o trabalho de tirar do goleiro. Deu para suportar bem (o desgaste físico), mas senti um pouco no fim do jogo. É natural", disse o craque.

Rivaldo, porém, admite que ainda "falta muito" para ele poder reeditar as suas melhores atuações no futebol. "É uma estreia e ainda tenho de me entrosar mais. Com uma semana não tem como fazer isso. Ainda vou encontrar um pouco de dificuldade. Estreei bem, mas falta muito. Gosto de atuar ali no meio de campo. Acredito que posso me sair bem nos próximos jogos do São Paulo. Não foi um belo gol, mas foi um gol importante naquele momento", reforçou.

Veja também:

linkJOGO - Leia como foi São Paulo 3 x 2 Linense

linkDagoberto consegue estragar a festa

PAULISTÃO - tabelaClassificação | listaResultados

especialCALENDÁRIO - O caminho de cada time

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.