Gilvan de Souza/Flamengo
Gilvan de Souza/Flamengo

Carpegiani culpa arbitragem por empate do Flamengo contra o River Plate

Rubro-negro ficou no 2 a 2 com o River Plate no Engenhão na noite desta quarta-feira

Estadão Conteúdo

01 Março 2018 | 09h46

O técnico Paulo César Carpegiani culpou a arbitragem pelo empate do Flamengo por 2 a 2 contra o River Plate, quarta-feira, no estádio do Engenhão, na estreia das equipes pelo Grupo 4 da Libertadores.

+ Sem torcida, Flamengo empata com River Plate na estreia na Libertadores

+ Confira a tabela da Copa Libertadores

"Em uma competição tão importante, ocorreu um impedimento claríssimo como foi o gol de empate do adversário. No lance do Réver, eu não vi, mas ouvi o barulho. São coisas que ocorrem e acabamos pagando o preço", lamentou.

No duelo que teve portões fechados, o primeiro gol do River, quando o Flamengo vencia por 1 a 0, teve duas irregularidades em sequência. A time rubro-negro estava no ataque, Réver cabeceou para o meio da área e a bola foi desviada com o braço pelo defensor argentino. Em seguida, o River foi ao ataque e Mora, em posição de impedimento, marcou.

O time rubro-negro voltou a ficar em vantagem, com Everton, mas novamente permitiu o empate, aos 41 minutos do segundo tempo, em chute da intermediária de Mayada. Carpegiani admitiu que a sensação foi de derrota.

"Tivemos algumas dificuldades. Enfrentamos uma equipe bem constituída. Mas é um resultado que nos deixa com um sabor muito amargo de derrota. Fizemos o segundo gol e demos uma pausa no jogo. Pagamos esse preço. Agora teremos que buscar fora. Não existe outro resultado, quando formos jogar contra o Emelec, que não seja a vitória", projetou.

O Flamengo volta a campo pela Libertadores no dia 14, quando visitará o Emelec, em Guayaquil, no Equador, pela segunda rodada. O River Plate jogará somente em 4 de abril contra o Santa Fe, em casa.

No próximo sábado o Flamengo tem o clássico contra o Botafogo, no estádio do Engenhão, pela terceira rodada da Taça Rio. Carpegiani não informou se mandará a campo os titulares. Na rodada passada, quando optou por reservas no duelo contra o Fluminense, perdeu de 4 a 0.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.