Carpegiani é demitido do Atlético-PR

A vitória por 5 a 0 contra o Rio Branco de Paranaguá, pelo Campeonato Paranaense, não foi suficiente para garantir o técnico Paulo César Carpegiani no comando do Atlético-PR. A justificativa da diretoria do clube para demitir o treinador foi que o time vacilou nos principais jogos do ano. Ainda não foi definido quem irá dirigir a equipe na quinta-feira, contra o Treze (PB), pela Copa do Brasil.A insatisfação da diretoria começou com a eliminação na Copa Sul-Minas e aumentou na derrota para o Treze, por 2 a 0, na quinta-feira da semana passada. "O time não respondeu como era preciso", justificou o diretor de futebol do clube, Valmor Zimmermann. "Não adianta ter só um Campeonato Paranaense bom, o Atlético precisa de vôos maiores?. No Estadual, a equipe lidera com 24 pontos, oito a mais que o segundo colocado.Na noite de domingo, durante um programa de televisão, Carpegiani sugeriu que a insatisfação do clube era por causa que ele estaria contrariando o interesse de alguns diretores na hora de escalar o time. "Tem muita gente lá que tem interesses e essas pessoas não estão sendo atendidas", afirmou o treinador. O diretor Valmor Zimmermann, no entanto, negou essa história. "Não sou inexperiente para deixar que isso acontecesse", garantiu o dirigente. No comando do Atlético-PR, Carpegiani teve 11 vitórias, três empates e duas derrotas (para Coritiba e Treze).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.