Gilvan De Souza / Flamengo
Gilvan De Souza / Flamengo

Carpegiani lamenta gol no início e 'tarde para esquecer' do Flamengo

Equipe rubro-negra foi goleada por 4 a 0 pelo rival Fluminense

Estadão Conteúdo

25 de fevereiro de 2018 | 11h26

O Flamengo foi atropelado pelo rival Fluminense no último sábado, por 4 a 0, em Cuiabá. O técnico Paulo César Carpegiani não escondeu a chateação com o resultado e a forma como a equipe atuou, e tratou de distanciar o resultado da opção por ter escalado um time reserva.

+Fluminense ignora reservas do Flamengo e goleia rival na Arena Pantanal

+ TABELA - Confira a classificação da Taça Rio

"O Flamengo é um só, não são esses jogadores que jogam nem os que vem atuando. Infelizmente, começamos o jogo perdendo, tivemos uma instabilidade mental e fomos muito prejudicados. Foi uma tarde para esquecer", considerou.

Para Carpegiani, o gol de Marcos Júnior logo com um minuto de partida fez a diferença a favor do time tricolor. "Eles fizeram um gol muito cedo, e isso perturbou a meninada. A consequência foi natural, terminamos com muito receio de jogar, sem arriscar nada. O Fluminense foi muito feliz."

Carpegiani optou por uma escalação reserva por visar a estreia da Libertadores, quarta-feira, contra o River Plate, no Engenhão. Apesar da atuação ruim de seus comandados, o treinador absolveu os garotos do elenco da culpa pelo resultado.

"Não posso colocar esses meninos como derrotados. O Fluminense teve mérito para ganhar. O próximo jogo será outra situação, nem por isso deixo de estar confiante. Em qualquer circunstância um gol muito cedo prejudica e muito", avaliou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.