Carpergiani critica Atlético-PR e diz: 'Faltou ambição'

Para técnico, era preciso mais coragem e vontade aos seus comandados no Brinco de Ouro

AE, Agência Estado

13 de setembro de 2010 | 09h27

O técnico Paulo César Carpegiani não poupou críticas à atuação dos seus jogadores após o Atlético-PR perder do Guarani por 1 a 0, no último domingo, em Campinas, e consequentemente ter ficado mais distante da briga por um lugar entre os quatro primeiros colocados do Campeonato Brasileiro. O treinador acredita que faltou mais coragem e vontade aos seus comandados no Brinco de Ouro.

Veja também:

linkGuarani vence Atlético-PR e confirma força caseira

BRASILEIRÃO - tabela Classificação | lista Resultados

"A realidade é que não atuamos bem. Nenhuma das duas equipes jogou um bom futebol. No segundo tempo melhoramos, mas não conseguimos acertar uns quatro passes e não foi suficiente para vencer. Hoje (domingo) não tivemos a ambição de querer ganhar. Não tenho muita explicação para dar hoje, pois esperava uma boa apresentação, mas ficamos pregados no campo", ressaltou Carpegiani.

Em seguida, ele reforçou o seu descontentamento. "Nós estamos bem conscientes do que produzimos. A minha equipe ficou bem distante do que pode produzir. Nós temos que nos cobrar mais e temos que querer ganhar todos os jogos que disputamos", disse.

O tom de preocupação antes da partida contra o Atlético-MG, na próxima quarta-feira, na Arena da Baixada, também não foi escondido pelo comandante, que ao mesmo tempo mostrou confiança para o confronto. "A equipe não funcionou como um todo e foi uma pena. Eu realmente estou preocupado com a atuação do time. Tivemos várias dificuldades em todo o jogo. Os jogadores estão cientes e tenho certeza e convicção de que no jogo desta quarta-feira isso não irá ocorrer", enfatizou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.