Eduardo Nicolau/Estadão
Eduardo Nicolau/Estadão

Carrasco do Brasil na Copa de 2014, Schürrle se aposenta aos 29 anos

'Não preciso de mais aplausos e me sinto sozinho nos momentos finais de minha carreira', diz o jogador

Redação, Estadão Conteúdo

17 de julho de 2020 | 13h12

Autor de dois gols na histórica goleada da Alemanha sobre o Brasil na Copa de 2014, por 7 a 1, André Schürrle anunciou, nesta sexta-feira, a sua aposentadoria dos gramados após o encerramento do contrato com o Borussia Dortmund.

"A decisão estava madura há um bom tempo", disse o jogador, de 29 anos, em uma entrevista à revista "Der Spiegel". "Não preciso de mais aplausos e me sinto sozinho nos momentos finais de minha carreira."

Schürrle, que deu a assistência para o gol decisivo de Mario Götze aos 7 minutos do segundo tempo da prorrogação na final do Mundial do Brasil, contra a Argentina, no Maracanã, há seis anos, atuou na temporada passada pelo Spartak de Moscou, emprestado pelo Borussia Dortmund.

O contrato de Schürrle com o time de Dortmund termina em 2021, mas houve um comum acordo para a rescisão ocorrer ao final desta temporada. Segundo o atleta, não há espaço no mundo do futebol para demonstrar sentimentos como a solidão. "É preciso adotar um determinado papel para sobreviver a este negócio. Caso contrário, você perde seu trabalho e não consegue arrumar outro."

Schürrle chegou em Dortmund em 2016, vindo do Wolfsburg, mas nunca conseguiu se encaixar no esquema tático da equipe, sendo emprestado primeiramente para o Fulham, da Inglaterra, e depois para o Spartak de Moscou. Ele também atuou pelo Chelsea entre 2013 a 2015.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.