Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Carrasco do Corinthians é pago pelo clube e foi dispensado por Tite

Claudinho marcou um dos gols da vitória do Santo André no último sábado

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

13 Fevereiro 2017 | 17h40

Claudinho viveu um sábado diferente em sua carreira e talvez tenha vivido, de forma um pouco diferente do que imaginou, o dia mais marcante de sua carreira ao marcar um gol na Arena Corinthians. O problema, porém, é que o adversário é justamente o time com quem tem contrato, paga seu salário e ele sonhava brilhar, o Corinthians. O jovem de 20 anos foi o autor do segundo gol da vitória do Santo André por 2 a 0, no sábado.

Sem espaço na equipe principal, Claudinho foi emprestado de graça para o Santo André e o Corinthians ainda paga o salário do atleta, com quem tem contrato até 2020. O valor do quanto ele recebe ainda chama atenção para quem teve poucos minutos em campo pelo time principal. O jogador recebe cerca de R$ 25 mil mensais. 

A única experiência como jogador do time principal do atacante ocorreu no dia 19 de março do ano passado, quando o Corinthians goleou o Linense por 4 a 0, na Arena Corinthians, sob o comando de Tite. Na ocasião, o garoto entrou aos 40 minutos do segundo tempo, no lugar de André, e atuou por sete minutos. Sem muito espaço com o atual treinador da seleção brasileira, sua vida no clube teve vida curta.

Pouco tempo depois, Claudinho foi emprestado para o Bragantino, onde disputou a Série B do ano passado. Voltou ao Corinthians e antes mesmo de ser cogitada sua utilização por Fábio Carille, foi novamente emprestado para o Santo André. 

O atacante chegou ao Corinthians em julho de 2015, após ser dispensado do Santos. Com o passar do tempo, foi ganhando espaço e a confiança do técnico Osmar Loss, que era o treinador do time Sub-20. Assim, virou titular e foi um dos destaques da equipe alvinegra vice-campeã da Copa São Paulo de Futebol Júnior, sendo derrotado nos pênaltis para a decisão para o Flamengo.

Promovido, teve pouco espaço e acabou deixando o clube. O Corinthians tem sido bastante criticado por não aproveitar os garotos da base. Embora muitos meninos tenham sido inscritos para a disputa do Campeonato Paulista, na verdade, poucos possuem protagonismo no time. Atualmente, Fagner e Jô, que já são mais experientes, são os únicos oriundos da base que fazem parte do time titular. A tendência é que Guilherme Arana, que está com a seleção brasileira sub-20, também seja utilizado entre os titulares.

Recentemente, o clube promoveu três destaques da última edição da Copa São Paulo. O volante Mantuan e os atacantes Carlinhos e Pedrinho. 

Notícias relacionadas
Mais conteúdo sobre:
Corinthians Futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.