Darren Staples/Reuters
Darren Staples/Reuters

Carrick revela que está afastado do United por um problema cardíaco

Aos 36 anos, volante passou por uma cirurgia para corrigir o problema e não atua desde setembro

Estadão Conteúdo

24 Novembro 2017 | 20h34

Sem atuar pelo Manchester United desde setembro, o volante Michael Carrick revelou nesta sexta-feira o motivo de seu afastamento. E não se trata de uma simples lesão. O jogador de 36 anos anunciou que foi diagnosticado com um problema cardíaco e que, inclusive, foi submetido a uma cirurgia para corrigi-lo.

+ Com gol no fim, Basel vence e impede vaga antecipada do Manchester United

"Eu quero esclarecer uma situação, já que algumas pessoas me perguntaram se estou bem e o porquê de eu não estar jogando nos últimos meses. Após me sentir estranho no segundo tempo do jogo contra o Burton, em setembro, passei por uma série de exames. Eles mostraram uma irregularidade no ritmo do meu coração que foi investigada, e eu passei por um procedimento chamado ablação cardíaca", escreveu em sua página no Twitter.

A última partida jogada por Carrick foi justamente a descrita por ele, diante do Burton, no dia 20 de setembro, pela Copa da Liga Inglesa. De lá para cá, o volante estava afastado sob a justificativa de um problema físico, que nem o próprio atleta e nem o Manchester haviam detalhado.

Jogador do clube desde 2006, Carrick é um dos líderes do elenco e, agora, luta para voltar à forma para retornar aos gramados. O volante garantiu que está totalmente recuperado do problema cardíaco, descartou a aposentadoria e prometeu vestir a camisa da equipe novamente em breve.

"Eu tive que voltar a treinar constantemente sendo monitorado de perto, mas me sinto bem agora. Gostaria de assegurar a todos que estou saudável e de volta aos treinos com o time. Estou recuperando minha forma e ansioso para estar disponível para ser relacionado em breve", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.