Divulgação
Divulgação

Carro com jogadores do Juventude é baleado, mas atletas saem ilesos

Jô e Mailson sofreram uma tentativa de homicídio em Caxias do Sul

Lucas Azevedo - Especial para o Estado, Estadão Conteúdo

21 Agosto 2015 | 09h29

Dois jogadores do Juventude sofreram um atentado no fim da noite dessa quinta-feira, em Caxias do Sul, na serra gaúcha. Maílson e Jô estavam de carro quando foram surpreendidos por um Fiat Uno. Um dos ocupantes disparou um tiro em direção ao automóvel de Maílson. Ninguém se feriu. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil. As vítimas acreditam que o ato pode estar relacionado com a rivalidade com a torcida do Caxias.

Era por volta das 22h quando os atletas deixaram um restaurante japonês a bordo do carro de Maílson. Ao diminuir a velocidade para passar por uma lombada, o veículo foi alcançado pelo Uno, que encostou ao seu lado. Maílson e Jô ouviram o disparo. O vidro do condutor foi atingido logo acima da maçaneta da porta. Assustados, os atletas foram imediatamente para uma delegacia de polícia.

A reportagem tentou contatar os atletas, sem sucesso. Eles viajam nesta sexta-feira para Campinas, onde o Juventude enfrenta o Guarani, no sábado, às 19h, no Brinco de Ouro.

Maílson se manifestou pelas redes sociais: "Hoje eu sou prova viva que Deus existe, obrigado, Senhor por me proteger, por estender a mão diante dessa crueldade que quiseram fazer comigo. Obrigado por me dar proteção para seguir em frente, não deixe nada nem ninguém, destruir ou desanimar, vou continuar correndo atrás com muita 'ralação' e sacrifício, pois adversidade vai haver sempre, mais vou seguir em frente de cabeça erguida! Aos amigos que me mandaram mensagem, estou bem, Graças a meu bom Deus. Obrigado Senhor, sem Ti eu não sou nada! E aqui se faz aqui se paga, Que a justiça seja feita".

Para amigos, os atletas revelaram crer que o atentado esteja relacionado com um desentendimento com a torcida rival ocorrido no último clássico Juventude x Caxias, em 9 de agosto pela Série C.

Mais conteúdo sobre:
futebolJuventude

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.