AFP
AFP

CAS avaliará em maio recurso de Gibraltar para entrar na Fifa

Entidade máxima do futebol recusou o reconhecimento da equipe alegando que o território britânico não é um país independente

Estadão Conteúdo

12 de fevereiro de 2015 | 11h32

A Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês) anunciou nesta quinta-feira que vai avaliar em maio a ação de Gibraltar para se tornar membro da Fifa e entrar nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018. O recurso da Associação de Futebol de Gibraltar contra a recusa da Fifa de reconhecê-la será ouvido em 21 e 22 de maio, disse o tribunal.

A audiência está marcada para uma semana antes do Congresso da Fifa, que pode aprovar novos membros. Gibraltar poderia ser aceito em 29 de maio como o membro 210 da Fifa e, em seguida, participar do sorteio das Eliminatórias da Copa do Mundo, marcado para 25 de julho, em São Petersburgo, na Rússia.

Não está claro se vai ser dado um veredicto em caráter de urgência. Dirigentes de Gibraltar já disseram que se sentem tratados como "um Estado pária" pela Fifa. A entidade rejeitou o pedido de Gibraltar em setembro do ano passado porque o território britânico não é um país independente, conforme exigido pelo seu estatuto.

Essas regras foram atualizadas em 2013, dois meses antes de Gibraltar ser reconhecido pela Uefa. apesar da oposição de longa data conduzida por líderes do futebol espanhol. A Espanha contesta a soberania do território cedido à Grã-Bretanha mais de 300 anos atrás.

Gibraltar precisou de uma outra decisão da CAS para entrar na Uefa e participar das suas competições. Nas Eliminatórias da Eurocopa de 2016, Gibraltar está no mesmo grupo da Alemanha e perdeu todos os quatro jogos que disputou, com 21 gols sofridos e nenhum marcado.

Tudo o que sabemos sobre:
futinterfutebolFifaGibraltarCAS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.