CAS diz que Blatter vai mediar ação da seleção de Togo

A Corte Arbitral do Esporte (CAS) disse nesta sexta-feira que Joseph Blatter, presidente da Fifa, vai mediar a disputa sobre a proibição da seleção de Togo de participar das próximas duas edições da Copa Africana de Nações. A CAS afirmou que Blatter vai se reunir com dirigentes de Togo e Confederação Africana de Futebol (CAF) no dia 7 de maio.

AE-AP, Agência Estado

23 de abril de 2010 | 10h46

A entidade decidiu suspender a seleção em janeiro, depois que a equipe abandonou a edição de 2010 da Copa Africana de Nações, em Angola, após ter o seu ônibus metralhado, o que causou a morte de dos integrantes da delegação de Togo. A CAF justificou a decisão de punir Togo por ter havido interferência política na definição do abandono do torneio pela seleção.

Insatisfeita com a punição, a federação de Togo entrou com recurso contra a decisão na CAS. A entidade garantiu que ambos os lados concordaram com o processo de mediação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.