Anton Vaganov/REUTERS
Anton Vaganov/REUTERS

Seleção e clubes da Rússia têm banimento confirmado pela Corte Arbitral do Esporte

Federação russa apelou contra medidas da Uefa impostas após invasão à Ucrânia, mas decisão foi mantida

Redação, O Estado de S.Paulo

15 de março de 2022 | 16h03

A Corte Arbitral do Esporte (CAS) confirmou nesta terça-feira, dia 15, a manutenção dos banimentos impostos pela Uefa sobre a seleção e os clubes russos em competições internacionais. A Federação de Futebol da Rússia (RFU) apelou ao CAS para que as equipes fossem reintegradas aos seus respectivos torneios, porém não obteve êxito e a pena foi mantida.

O anúncio desta terça ainda não é definitivo, mas indica o caminho pelo qual o CAS seguirá até a decisão nas próximas semanas. A data do novo julgamento deve ser anunciada em breve, com a conclusão das investigações sobre as sanções e a situação do futebol russo.

"A Corte Arbitral do Esporte (CAS) negou o pedido formalizado pela Federação Russa contra a suspensão dos clubes e seleções russas de todas as competições internacionais organizadas pela Uefa", anunciou a Corte em nota. A decisão foi tomada pela presidente da divisão de recursos do órgão, Corinne Schmidhauser, porém sem detalhar ou divulgar os motivos para tal. 

No início de março, Fifa e Uefa decidiram, em conjunto, banir as equipes russas, incluindo seleções, de suas competições internacionais. A medida foi tomada devido aos conflitos entre Rússia e Ucrânia. Dessa forma, o Spartak Moscou, que disputava a Liga Europa, e a seleção russa, nas eliminatórias para a Copa do Mundo, foram excluídas de seus torneios.

A seleção russa disputaria uma partida de repescagem das Eliminatórias para a Copa no próximo dia 24, contra a Polônia. Por causa da exclusão da Rússia, a equipe de Robert Lewandowski se classificou automaticamente para a próxima fase da disputa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.