Claudio Furlan / LaPresse via AP
Claudio Furlan / LaPresse via AP

Casa onde vivia Paolo Rossi é assaltada durante funeral do ex-jogador

O italiano, que foi campeão mundial em 1982, faleceu na última quarta-feira aos 64 anos

Redação, O Estado de S.Paulo

13 de dezembro de 2020 | 02h24

MILÃO - Vários ladrões invadiram a casa do jogador de futebol italiano Paolo Rossi, campeão mundial em 1982, neste sábado, 12, durante seu funeral, informou a agência italiana AGI.

Após a cerimônia, que aconteceu próximo a Vicenza (nordeste), sua esposa Federica tomou conhecimento do furto quando voltaram para casa, nos arredores de Bucine, a sudoeste de Florença (centro), segundo a agência. Os ladrões roubaram o relógio e o dinheiro do ex-jogador.

Paolo Rossi e sua família se estabeleceram em Poggio Cennina, em uma colina que dá para a Valdambra, onde o ex-jogador se dedicava ao agroturismo e administrava uma fazenda orgânica.

Neste sábado, todos os futebolistas italianos usaram em campo uma braçadeira preta, em memória de Paolo Rossi, falecido na última quarta-feira aos 64 anos.

Um minuto de silêncio foi observado nos estádios com fotos da lenda do futebol italiano projetadas em telas gigantes com as palavras "heróis nunca morrem" e "Ciao Paolo"./AFP

Tudo o que sabemos sobre:
Paolo RossifutebolItália [Europa]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.