Casaquistão faz votação na internet para definir novo técnico da seleção

Os torcedores do Casaquistão podem escolher o próximo técnico da seleção nacional em uma votação online, como parte de um experimento democrático raro no futebol internacional. Em um primeiro momento, os torcedores devem optar entre um casaque e um treinador estrangeiro através do site da federação. Depois, os fãs vão escolher um nome de uma lista de técnicos, explicou o porta-voz da federação, Dmitry Nesterenko, à agência de notícias Associated Press.

Estadão Conteúdo

11 de janeiro de 2016 | 12h45

Os candidatos serão apontados de acordo com a realidade do Casaquistão, sem o nome de estrelas globais, disse Nesterenko. "Basicamente, sem (José) Mourinho", que saiu recentemente do Chelsea. No entanto, a incursão da nação da Ásia Central na democracia através da internet tem sido dificultada pela baixa participação.

A federação disse que são necessários 50 mil votos para considerar a escolha válida, mas apenas 5% desse valor foi alcançado até esta segunda-feira à noite (no horário local), com apenas mais quatro dias de eleição. Há uma clara preferência por um treinador estrangeiro, com essa opção vencendo por 1.732 votos a 836.

"Não há realmente qualquer problema com a popularização do futebol. As pessoas vão ao futebol, assistem, mas eu não posso dizer por que ninguém está votando,", declarou Nesterenko.

Não há garantias de que todos os votos sejam dados por torcedores do Casaquistão. A participação está aberta para usuários registrados do site da federação, mas não existe nada para impedir o registro e o voto de estrangeiros.

O futebol no Casaquistão atingiu um feito nesta temporada, quando o Astana se tornou o primeiro time do país a jogar a fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa. E embora não tenha avançado às oitavas de final, a equipe se manteve invicta em seus jogos como mandante na chave.

Apesar disso, esse sucesso não se repete na seleção nacional, que fracassou na tentativa de se classificar para a Eurocopa deste ano, tendo vencido apenas um de dez jogos no torneio classificatório. Os últimos quatro técnicos do Casaquistão foram estrangeiros, sendo o russo Yuri Krasnozhan o mais recente deles.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.