Amanda Perobelli/Reuters
Amanda Perobelli/Reuters

Casares elogia e garante que conta com Daniel Alves no São Paulo

Presidente concedeu entrevista coletiva nesta segunda-feira para explicar os próximos passos no clube

Leandro Silveira, Estadão Conteúdo

01 de fevereiro de 2021 | 20h08

O presidente do São Paulo, Julio Casares, garantiu estar satisfeito com o desempenho esportivo de Daniel Alves. Em entrevista coletiva para explicar a saída do técnico Fernando Diniz, o dirigente fez elogios ao jogador e assegurou a permanência do meio-campista, prometendo quitar a pendências financeiras com os meio-campistas.

"Daniel Alves é um grande atleta, capitão do nosso time, grande jogador, tem contrato, camisa 10 e esperamos que continue. Contamos com ele, sim. Toda pendência financeira será resolvida internamente", declarou o dirigente.

Aos 37 anos, Daniel Alves tem contrato com o São Paulo até dezembro de 2022. Ele tem status de titular absoluto da equipe, com 69 jogos disputados e 9 gols marcados desde a sua chegada em 2019. E sempre foi um dos defensores do técnico Fernando Diniz.

Foi, inclusive, o que Daniel Alves fez no último domingo, na sequência da derrota por 2 a 1 para o Atlético Goianiense, fora de casa, pelo Campeonato Brasileiro. Em texto publicado no seu perfil no Instagram, declarou que todos eram responsáveis pelo momento ruim do clube.

"Aqui, somos todos responsáveis pelo momento futebol do SPFC, não apenas nosso staff, representado pelo nosso líder (Diniz). No futebol, existem coisas inexplicáveis, muitas vezes, e em outras para os que têm uma certa consciência nesse mundo, muito fáceis de detectarem porém algumas vezes difíceis de resolverem", escreveu.

Sem vencer desde 26 de dezembro, o São Paulo, antes líder do Brasileirão, até com folga na tabela, caiu para o quarto lugar, a sete pontos de distância do Internacional, o primeiro colocado. Nesse período, o time também foi eliminado pelo Grêmio na semifinal da Copa do Brasil e acumulou dois empates e quatro derrotas no Brasileirão.

O próximo compromisso será apenas em 10 de fevereiro, quando o time vai receber o Ceará, no Morumbi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.