Kiyoshi Ota/EFE
Kiyoshi Ota/EFE

Casemiro exalta peso de Mundial para o Real e mira coroar série invicta no Japão

Brasileiro quer fechar ano em alta depois da conquista da Liga dos Campeões e o bom momento no Campeonato Espanhol

Estadão Conteúdo

14 de dezembro de 2016 | 11h59

O volante Casemiro exaltou nesta quarta-feira, em entrevista coletiva, a importância do Mundial de Clubes da Fifa para o Real Madrid. Embora a competição realizada no Japão seja desprezada por muitos europeus que veem a conquista da Liga dos Campeões como maior objetivo a ser alcançado, o brasileiro enfatizou que a possível conquista da competição realizada no Japão será histórica para o time espanhol.

"O Real Madrid sempre joga para vencer e para nós essa competição tem uma importância muito grande", garantiu o jogador, que depois ressaltou que o título mundial seria a forma ideal para fechar o glorioso 2016 para o clube. "Temos de ganhar esta competição para terminar o ano bem", completou.

O Real fará a sua estreia no Mundial nesta quinta-feira, às 8h30 (de Brasília), contra o América do México, em Yokohama, na segunda semifinal da competição. O primeiro finalista foi definido nesta quarta, quando o Kashima Antlers, do Japão, surpreendeu o Atlético Nacional com uma vitória por 3 a 0 e colocou um time asiático pela primeira vez na decisão deste torneio organizado pela Fifa.

E, contra o América, o Real irá defender uma longa invencibilidade de 35 partidas em todas as competições que disputou neste período sem derrotas. A série invicta também foi citada por Casemiro nesta quarta como uma das fontes de inspiração para o time espanhol buscar o título do Mundial.

"Temos feito muitas coisas boas e estamos em uma sequência boa. Temos de seguir concentrados, jogador nosso futebol e seguir como estamos jogando. Temos de jogar para ganhar e jogar com muita humildade", afirmou o brasileiro, se referindo ao fato de que o Real não pode desprezar o América do México, apesar de ser o grande favorito a conquistar uma vaga na decisão e também ao título.

Na última vez que disputou o Mundial, então no Marrocos, em 2014, o Real ficou com o título ao superar na decisão o San Lorenzo, da Argentina, por 2 a 0 na decisão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.