Luis Vieira/AP
Luis Vieira/AP

Casemiro volta a ser confirmado como capitão da seleção para jogo em Praga

Volante do Real Madrid mantém posto na equipe que vai enfrentar a República Checa em amistoso

Redação, Estadão Conteúdo

25 de março de 2019 | 12h58

Depois de ter usado a faixa de capitão no decepcionante empate por 1 a 1 com o Panamá, no último sábado, na Cidade do Porto, em Portugal, o volante Casemiro voltou a ser confirmado como dono deste status para o próximo amistoso da seleção brasileira, nesta terça-feira, às 16h45 (de Brasília), contra a República Checa, na casa da rival, em Praga.

Ao confirmar a opção do técnico Tite por meio de nota publicada nesta segunda-feira em seu site oficial, a CBF lembrou também que esta será a terceira vez que o jogador do Real Madrid será capitão do Brasil em um jogo. Antes destes dois confrontos em solo europeu, ele vestiu a braçadeira em uma partida em 2017, contra a Bolívia, em La Paz, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo da Rússia.

Naquela época, o técnico Tite promovida um rodízio na capitania da seleção. Após o Mundial de 2018, o treinador mudou esta dinâmica e informou que Neymar foi escolhido como capitão fixo. Porém, o astro do Paris Saint-Germain não pôde ser convocado para os duelos contra panamenhos e checos por estar se recuperando de lesão.

Eleito para exercer a função que seria do atacante, Casemiro fará com o grupo da seleção, na tarde desta segunda-feira, na Eden Arena, em Praga, o último treino de preparação para o amistoso contra a República Checa, que na última sexta decepcionou os seus torcedores ao ser goleada por 5 a 0 pela Inglaterra, no estádio de Wembley, em Londres, na estreia pelas Eliminatórias da Eurocopa de 2020.

Os amistosos diante de panamenhos e checos servem como preparação da seleção de Tite para a Copa América, que será realizada no Brasil entre 14 de junho e 7 de julho deste ano. No primeiro dia de disputas da competição, os brasileiros estrearão contra a Bolívia, no Morumbi, em São Paulo, e depois terão pela frente a Venezuela no dia 18, na Arena Fonte Nova, em Salvador, antes de fecharem campanha na primeira fase diante da Bolívia, no dia 22, quando atuarão novamente na capital paulista, desta vez na Arena Corinthians.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.