Ralph Orlowski/Reuters
Ralph Orlowski/Reuters

Casillas perde invencibilidade de 952 minutos sem sofrer gols

Série invicta do goleiro do Real Madrid começou em novembro passado e chegou a nove partidas

O Estado de S. Paulo

26 de fevereiro de 2014 | 20h57

SÃO PAULO - A série de nove partidas seguidas sem sofrer gols alcançada pelo goleiro Casillas chegou ao fim nesta quarta-feira, na vitória do Real Madrid por 6 a 1 sobre o Schalke 04, em jogo válido pelas oitavas de final da Liga dos Campeões. Fora de casa, o time espanhol sofreu o gol no último lance do jogo. No total, Casillas ficou invicto por 952 minutos.

A marca do goleiro começou dia 27 de novembro, também pela competição europeia. Na ocasião, o Real Madrid bateu o Galatasaray por 4 a 1. Bulut marcou o gol turco aos 38 minutos do primeiro tempo. O goleiro, que não atua nos jogos do Campeonato Espanhol, não foi vazado na partida diante do Copenhagen, quando o Real fez 2 a 0 no último confronto da fase de grupos da Liga dos Campeões.

Titular na Copa do Rei, Casillas jogou oito jogos pelo torneio nacional e não sofreu gols. O Real Madrid empatou com o Olímpic de Xátiva por 0 a 0. Em seguida, venceu por 2 a 0 o mesmo rival. Na sequência, conquistou seis vitórias seguidas: contra Osasuna (dois 2 a 0), Espanyol (dois 1 a 0) e Atlético de Madrid (3 a 0 e 2 a 0). Diego López, o goleiro utilizado por Carlo Ancelotti nos jogos do Campeonato Espanhol, sofreu sete gols em 12 jogos - contando um amistoso contra o Paris Saint-Germain, no começo de janeiro. 

LIGA DOS CAMPEÕES

Na goleada desta quarta-feira, Benzema, Bale e Cristiano Ronaldo marcaram duas vezes cada. Huntelaar descontou para o Schalke 04. O time espanhol recebe os alemães no Santiago Bernabéu no próximo dia 18. Invicto, o Real Madrid é o melhor time da Liga dos Campeões, com seis vitórias e um empate. O ataque da equipe já marcou 26 gols, com média de 3,7 gols por confronto. O Paris Saint-Germain balançou as redes 20 vezes. Bayern de Munique e Barcelona fizeram 19 e 18 gols, respectivamente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.