Caso Botafogo x César Prates na Fifa

O impasse entre o Botafogo e o lateral-direito César Prates chegou nesta quinta-feira à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e à Fifa. O jogador, seu procurador, Tadeu Oliveira, e o Livorno, clube italiano interessado em contratá-lo, foram notificados pelas duas entidades, por iniciativa do clube carioca.César Prates, que tem contrato por mais dois anos, se recusa a treinar, porque a diretoria alvinegra não o liberou para o futebol europeu - a proposta foi considerada "uma esmola" pelo presidente Bebeto de Freitas. Diante do impasse, ele permaneceu afastado do elenco por decisão da comissão técnica, até que sua situação seja resolvida. E existe a hipótese de que seu contrato seja suspenso. Na semana passada, o presidente Bebeto de Freitas o acusou de fazer "corpo mole". De acordo com o dirigente, a posição do Botafogo continua inalterada. "Quero que ele fique. O caso já foi encaminhado para a CBF pelo nosso Departamento Jurídico", afirmou o dirigente.Mudança - O técnico Péricles Chamusca vai promover alterações na zaga alvinegra para o jogo de domingo, contra o Santos, no Estádio Luso-Brasileiro. Os defensores foram responsabilizados pela goleada sofrida para o Cruzeiro, por 4 a 1, na última rodada. Scheidt cumpriu suspensão automática e vai retornar à equipe no lugar de Juninho.Rafael Marques, que falhou feio no primeiro gol do atacante Fred, ou Asprilla deve perder a vaga para Emerson, caso este reúna condições físicas após se recuperar de contusão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.