Caso Robinho terá desfecho esta semana

A decisão do caso Robinho sai esta semana: o Santos já sabe que Robinho não fica na Vila Belmiro e a multa rescisória, de US$ 50 milhões, deverá ser paga. Pelo menos esta é a expectativa, anunciada em Goiânia, pelo diretor de Futebol do Santos, Francisco Lopes. "A permanência do jogador está complicada, é muito difícil a sua continuidade, mas está claro que o Robinho só sairá com anuência do Santos e com o pagamento da multa rescisória", disse Lopes no vestiário do Serra Dourada, em Goiânia, depois do jogo contra o Goiás. "O Santos não abre mão", avisou. "O Robinho só sairá da Vila Belmiro, antes de 2008, com o pagamento da multa rescisória de US$ 50 milhões", disse o dirigente. "Até porque o Santos sempre atendeu a todas as reivindicações tanto do Robinho quanto do seu procurador (Wagner )", comentou. "Este ano, mesmo, fizemos dois aditivos contratuais, com ajustes salariais e o Robinho, hoje, deve ser o maior salário no Brasil", acredita. Lopes insistiu em afirmar que as negociações esbarram em questões intransponíveis e há desgastes inclusive na imagem do jogador: "É uma situação difícil a do Robinho, achamos difícil a continuidade dele no Santos", disse o diretor de futebol. "Estamos fazendo de tudo mas a partir da semana que vem tentaremos resolver a situação dele", afirmou. O dirigente explicou que a única proposta oficial que o time recebeu foi do Real Madrid. "Foi a única equipe que oficializou sua proposta".Ele também comentou que a vontade pessoal, anunciada pelo jogador de se transferir para a Espanha, não muda os planos. "As cifras são astronômicas, o jogador é muito jovem (20 anos), evidentemente existem interesses outros com a transação do jogador e eu diria até que não é muito normal - embora aceitável porque ele tem o direito de ir - a postura do jogador Robinho", afirmou. "A transação é milionária, tem 20 ou 30 pessoas falando para ele ir embora enquanto eu, o Luiz Henrique, o Gallo e o presidente (Marcelo Teixeira) falam para ele ficar", disse. "A diferença de números para ele ir e para ele ficar é muito grande" TERÇA-FEIRA - Tudo indica que a terça-feira (12) será um dia decisivo no Santos. Além do caso Robinho com desfecho previsível, o time da Vila pretende superar até lá as negociações visando à renovação do atacante Deivid: "Nós estamos visando à continuidade do Deivid, que é de vital importância do Gallo", disse Lopes. Sobre Denílson, revelado pelo São Paulo e que atualmente joga na Espanha (Bétis), Francisco Lopes disse que há muitas especulações mas o Santos não está concentrado no caso, segundo ele: "Todo grande jogador interessa ao Santos mas a diretoria, nos últimos dias, está focada na situação do Robinho e do Deivid", garantiu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.