Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Cássio admite cobrança entre jogadores do Corinthians

Equipe não vence há seis rodadas, na pior série sob o comando do técnico Fábio Carille

Redação, O Estado de S.Paulo

28 de outubro de 2019 | 04h30

O Corinthians não vence há seis rodadas (quatro empates e duas derrotas) e caiu para a sexta colocação do Campeonato Brasileiro. É a pior série da equipe sob o comando do técnico Fábio Carille. Com o treinador, o Corinthians nunca havia ficado tantos jogos seguidos sem vencer. A última vitória foi contra a Chapecoense, fora de casa, no dia 2.

O goleiro Cássio admitiu que internamente os jogadores têm buscado alternativas para acabar com a má fase da equipe. “A gente vem se cobrando muito, conversado bastante. O nosso time é muito franco, não tem isso de ficar falando aqui ou ali. Todos têm liberdade para falar e sabemos que tecnicamente podemos ser melhor. Não é falar aquele ou esse jogador, mas todos. É lógico que estamos incomodados”, disse.

Para o volante Júnior Urso, o problema do Corinthians é psicológico. “Fisicamente, estamos todos bem, temos todo o apoio da nossa comissão técnica para fazermos nosso trabalho durante a semana para chegarmos bem nos jogos. Então, acho que mentalmente precisamos estar mais fortes para que quando houver pressão a gente possa enfrentar.”

Carille, que cumpriu suspensão no clássico com o Santos, volta a comandar a equipe à beira do gramado diante do CSA. Quem também retorna de suspensão é o lateral-direito Fagner. Já Vagner Love deverá passar por exames médicos nesta segunda-feira para avaliar se tem condições de enfrentar o CSA, em Maceió. O atacante reclamou de dores musculares na coxa direita após o clássico com o Santos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.