Sérgio Neves / Estadão Conteúdo
Sérgio Neves / Estadão Conteúdo

Cássio admite que foi surpreendido: 'Foi o primeiro gol olímpico que sofri'

Leandro Carvalho empatou a partida entre Corinthians e Ceará cobrando escanteio aos 47 do segundo tempo

Redação, Estadão Conteúdo

07 de setembro de 2019 | 16h07

O goleiro Cássio afirmou que foi surpreendido ao levar um gol olímpico no empate por 2 a 2 com o Ceará, neste sábado, em Itaquera. O gol de Leandro Carvalho saiu já nos acréscimos do segundo tempo. No lance, o jogador do Ceará chutou de três dedos, com efeito, fazendo a bola entrar entre a primeira trave e o goleiro do Corinthians, que, adiantado próximo da linha da pequena área, não conseguiu evitar o gol.

"Foi o primeiro gol olímpico que sofri. É difícil. A gente recebe bastante vídeo, do jeito que bate, e me surpreendeu, ele foi muito feliz. A bola veio com muita velocidade. Tentei voltar e não consegui. Teve qualidade", reconheceu o goleiro.

"Foi um belo chute, teve total mérito do atacante deles. Meu posicionamento era o mesmo. Ele se posicionou para bater de pé aberto e acabou acertando um belo chute. Sou muito detalhista em questão de vídeos em estar sempre atendo. Não tem nada parecido do que ele fez até então", completou.

O lateral-esquerdo Carlos Augusto, que entrou no jogo durante o segundo tempo, após a lesão do titular Danilo Avelar, foi outro corintiano que reconheceu os méritos da bela cobrança de Leandro Carvalho. "Já tínhamos visto gol olímpico com pé aberto, mas com pé fechado foi a primeira vez. Da forma que ele se posicionou na cobrança, está de parabéns. Como era o pé destro, a gente abriu a linha. Não esperávamos", disse.

Sobre o resultado, o goleiro Cássio afirmou que, pelas circunstâncias da partida, o Corinthians deixou de somar dois pontos importantes. A distância para os líderes Flamengo e Santos é de quatro pontos. "Perdemos dois pontos. Tomamos gol nos acréscimos. Temos uma semana para trabalhar e buscar na próxima semana", destacou, se referindo ao confronto diante do Fluminense, domingo, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, pela rodada final do primeiro turno do Brasileirão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.