Cássio cobra punição ao Santos por copo d'água atirado na Vila Belmiro

STJD já denunciou o clube da Baixada pelo incidente citado pelo goleiro do Corinthians e marcou julgamento para a próxima segunda

VÍTOR MARQUES, O Estado de S. Paulo

14 de agosto de 2014 | 18h45

Além do empurrão de Petros no árbitro Raphael Claus, o clássico de domingo passado entre Corinthians e Santos rendeu outras polêmicas. Nesta quinta-feira, o goleiro Cássio cobrou punição ao Santos por causa do comportamento de sua torcida no clássico da Vila Belmiro. No início do segundo tempo, um copo d''água foi atirado em sua direção.

"Nós já fomos punidos, então, tem de ser justo para todos. O copo não me acertou, mas se tivesse acertado, poderia ter machucado. Deixo que o pessoal do tribunal julgue isso, mas na minha opinião tem de ser punido sim", declarou o goleiro nesta quinta-feira.

O Santos deve mesmo sofrer algum tipo de punição. O STJD já denunciou o clube da Baixada pelo incidente. O julgamento foi marcado para segunda-feira. O clube foi denunciado no artigo 213 e o time pode perder até dez mandos de campo.

Cássio disse ainda que esse tipo de problema é comum quando o time joga na Vila Belmiro. Ele disse que é complicado jogar lá porque a torcida fica bem próximo ao campo. "Na Libertadores (em 2012), voou um capacete de policial." O árbitro do jogo de domingo, Raphael Claus, citou na súmula do jogo o copo atirado pela torcida do Santos em direção ao goleiro do Corinthians.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansCássio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.