Rodrigo Coca/Ag. Corinthians
Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Cássio lamenta derrota de virada do Corinthians: 'Demos muita chance para o rival'

Equipe marcou duas vezes no primeiro tempo, mas foi superada pelo Atlético-MG na etapa final

Redação, Estadão Conteúdo

12 de agosto de 2020 | 22h38

A atuação de Cássio diante do Atlético-MG, nesta quarta-feira à noite, no Mineirão, foi muito semelhante à de toda a equipe do Corinthians. Começou bem, com uma bela defesa, mas depois caiu de rendimento, ao falhar em dois dos três gols na derrota, de virada, por 3 a 2.

"Chateado pelo resultado. Tínhamos feito um primeiro tempo consistente, 2 a 0. Demos muita chance para a equipe adversária, o Atlético é muito forte. Acabamos tomando um gol atrás do outro. Quando a gente equilibrou o jogo, já estávamos perdendo", disse o goleiro corintiano, ao final do jogo no Mineirão.

Nos últimos minutos, na busca de pelo menos o empate, Cássio chegou a ir até a área do adversário no momento da cobrança de escanteio, assim como fizera no sábado na decisão do Campeonato Paulista, diante do Palmeiras.

"A equipe (do Atlético) é bem treinada. Se a gente avaliar o jogo, ficamos chateados, mas serve de aprendizado, de crescimento. Terminamos com uma equipe bem jovem. Agora temos que melhorar para, na próxima partida, conseguir a vitória", disse Cássio, referindo-se ao jogo com o Grêmio, em Porto Alegre, no sábado, às 19 horas.

Apesar da derrota, Cássio atingiu 470 jogos pelo Corinthians e é o décimo atleta na lista dos que mais vestiram a camisa do clube. Ele superou o lendário lateral-direito Idário e está a quatro jogos de igualar a marca de Rivellino. Wladimir, com 806 jogos, lidera o ranking.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.