Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Cássio minimiza lesões no Corinthians: 'Agora temos de ver a força do grupo'

Goleiro espera que elenco consiga suprir as ausências de Jadson e Pablo

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

21 de julho de 2017 | 18h02

Em um jogo, o Corinthians perdeu dois de seus principais titulares por um longo período. Jadson, com lesão na costela, e Pablo, com problema na coxa, farão o técnico Fábio Carille mexer no time para o jogo contra o Fluminense, domingo, no Maracanã. Para o goleiro Cássio, os desfalques servirão para mostrar a força do elenco corintiano.

"Agora temos de ver a força do nosso grupo. É ruim perder jogadores que vinham muito bem, mas temos total confiança nos outros jogadores. Temos de mostrar a nossa força e quem entrar, vai ter total confiança do grupo", disse o goleiro, um dos líderes dos jogadores.

Pablo, que ficará longe do time por cerca de seis semanas, será substituído por Pedro Henrique. No meio, Carille definirá o substituto de Jadson, que fica um mês fora, no treinamento deste sábado.

"A principal perda sem o Jadson é na bola parada. Ele tem uma qualidade muito grande para colocar a bola onde quer. Com outros jogadores, nós ganhamos em velocidade e profundidade", comparou Cássio. Giovanni Augusto, Clayson e Pedrinho são os principais concorrentes para a vaga, que depois deve ser de Marquinhos Gabriel, suspenso para o confronto contra o Fluminense, neste domingo.

Nesta sexta-feira, os jogadores do Corinthians foram comandados por Osmar Loss e Cuca, auxiliares de Carille. O treinador não compareceu ao treino, porque precisou ir ao velório de seu sogro.

Assim, a definição da equipe ocorrerá neste sábado, mas a tendência é que o Corinthians vá a campo com Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Balbuena e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Rodriguinho, Giovanni Augusto (Clayson ou Pedrinho) e Romero; Jô.

Tudo o que sabemos sobre:
Corinthiansfutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.