Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Cássio mira recorde e vê Ronaldo como maior goleiro da história do Corinthians

Jogador renovou contrato até 2022 e espera superar marca do ídolo, que tem 602 jogos com a camisa do clube

João Prata, O Estado de S.Paulo

22 de janeiro de 2019 | 15h54

Um dia depois de renovar contrato com o Corinthians por mais quatro temporadas, Cássio comentou sobre sua relação com o clube, relembrou o período na Europa, as conquistas no time alvinegro e também admitiu que vislumbra se tornar o goleiro com mais jogos pela equipe.

O recorde atualmente pertence a Ronaldo, com 602 jogos. Cássio tem 383 partidas disputadas. "É uma marca expressiva que ele tem, mas minha meta é chegar primeiro aos 400. Ano passado joguei menos por causa da seleção, foi positivo, mas quero chegar aos 400, fazer um ano bom, ganhar títulos. A gente é movido por desafios, para quebrar recordes. É um cara que admiro, seria muito legal. Quero chegar perto dos 450 neste ano e quem sabe no futuro posso até passar essa marca de jogos", comentou.

Ao ser questionado se já se considera o principal goleiro a vestir a camisa do Corinthians por ter conquistado oito títulos, respondeu: "O Corinthians é muito grande para alguém se achar o melhor. Na minha opinião é o Ronaldo. Ele passou dez anos em uma época muito boa. Foi um cara que aprendi a admirar demais. Essas é uma das metas. Bater recorde, mas minha opinião sobre ele vai ser sempre a mesma", afirmou.

Cássio chegou ao Corinthians em 2012 e foi titular nas conquistas da Libertadores e do Mundial logo em seu primeiro ano. Ele foi contratado junto ao PSV e retornou da Europa sem conseguir se firmar entre os titulares. "Não tive muitas oportunidades quando estive na Holanda, por isso ou aquilo, mas ficou no passado. Estou muito feliz, não tive sequência por lá, o PSV não me liberou (para outras equipes europeias), fiquei no banco, não apareci", comentou. 

"Acabei pecando nisso, não joguei, mas não quer dizer que tudo o que passei na Europa não me ajudou no que sou no Corinthians, a gente tira experiências. Estou muito feliz aqui, tenho prazer de levantar e vir treinar todos os dias, estou no meio de amigos e pessoas que gosto de conviver. É tirar coisas positivas para continuar e ter uma grande carreira no Corinthians", complementou.

Sobre a nova temporada, Cássio destacou os oito reforços contratados e acredita que o Corinthians chega com uma equipe mais  experiente do que a do ano passado. "Nesse início todos os jogadores são interessados em conhecer mais o clube, o amistoso tinha 30 mil (pessoas na arena), no outro jogo também, eles sabem da pressão, da visibilidade, aqui não tem meio termo, as coisas estão boas ou ruins. Ano passado tivemos um Brasileiro abaixo, e quem ficou está incomodado, quer dar resposta e evoluir", disse. 

"Difícil falar, estamos em pré-temporada, leva alguns jogos para entrosar ainda, as equipes do Paulistão já estão treinando há um mês. Vamos fazer o melhor. Sobre conduta, é ter conduta de atleta. Quem não se cuidar dentro e fora de campo fica para trás", finalizou.

Para Entender

Guia do Paulistão 2019: tudo o que você precisa saber sobre a competição

Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo vão iniciar competição com menos de três semanas de pré-temporada

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.