Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Cássio passará por exames e preocupa Corinthians

Goleiro está com dores na coxa esquerda

O Estado de S.Paulo

14 de julho de 2015 | 07h01

Justamente num momento em que a equipe embalou no Campeonato Brasileiro, o Corinthians pode perder um dos líderes do elenco. Cássio sentiu dores na coxa esquerda durante a vitória por 3 a 0 sobre o Flamengo e precisou ser substituído no intervalo por Walter. Ele passará por exames nesta terça-feira e ainda não está definido quanto tempo ficará fora de combate.

Cássio vinha reclamando de dores na coxa esquerda nos treinos da semana passada, mas a situação se agravou no jogo de domingo. O goleiro já avisou ao departamento médico que está disposto a ser submetido a tratamento intensivo “de manhã, de tarde e à noite” para voltar a ficar à disposição de Tite o mais rápido possível.

Sábado, às 21h, no Itaquerão, o Corinthians, terceiro colocado com 26 pontos, tem um jogo importante contra o Atlético-MG, líder do campeonato com 29. Cássio é o único jogador campeão mundial em 2012 que continua entre os titulares, e passou a ser o líder do elenco após a saída de nomes como Fábio Santos e Emerson Sheik.

Sob o comando de Cássio, o Corinthians tem a melhor defesa do Brasileiro. Em 13 rodadas, a equipe sofreu apenas oito gols. Cássio não é vazado há quatro rodadas. O último gol sofrido foi na vitória por 2 a 1 sobre o Figueirense, no dia 27 de junho.

O reserva imediato de Cássio é Walter, que não costuma decepcionar quando o titular não pode jogar. Desde 2013, quando chegou ao Parque São Jorge, ele atuou em 27 partidas.

Contra o Atlético-MG, o Corinthians já não terá Jadson, que tomou o terceiro amarelo contra o Flamengo. Danilo e Rodriguinho disputam a vaga. Há também a possibilidade de Tite mudar o esquema tático e reforçar a marcação no meio-campo para enfrentar o líder da competição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.